“Em Cabo Verde temos grandes perfis para a moda, mas falta determinação” – Anilton Cabral

Cidade da Praia, 11 Abr (Inforpress) – O modelo, natural da Cidade da Praia, Anilton Cabral, disse em entrevista à Inforpress que em Cabo Verde há grandes perfis para a moda, mas que falta determinação e também aposta na área.

Anilton Cabral, que acaba de chegar do seu primeiro “voo” internacional, a participação no Lisboa Fashion Week em Março passado, lamentou o facto de, em Cabo Verde, não haver mercado por falta de indústrias, marcas e pessoas para divulgarem os seus trabalhos através de desfiles.

Este jovem de 22 anos falou ainda na falta de apoios para modelos e manequins. “Fui convidado para representar Cabo Verde em três concursos internacionais e, por falta de apoio, não pude participar”, frisou o entrevistado, acrescentando que o país tem “grandes perfis para a moda, mas falta determinação”, um pouco gerada por falta de incentivos.

Instado a falar sobre a sua carreira, Anilton Cabral, que depois de Lisboa Fashion Week, desfilou no Cabo Verde Fashion Week 2019, ocorrido em finais de Março, na cidade do Mindelo, fez saber que o interesse para este ofício ganhou força depois de ter vencido os concursos Mister Liceu Domingo Ramos (Praia) e Mister Interliceus, todos em 2014/15.

O primeiro passo de Anilton Cabral como modelo foi dado, conforme informou, na mesma época com a assinatura do contrato profissional com a agência Vaiss Models. Nos próximos dois anos, este jovem natural da Cidade da Praia conta que fez vários trabalhos ao nível da moda, um pouco por todo o país.

Mais tarde, informou, decidiu sair da Vaiss Models e apostar numa carreia a solo. “Estive um ano a trabalhar com vários fotógrafos em diversos pontos do país, o que me ajudou alcançar os objectivos traçados e, principalmente, conseguir um contrato com uma agência internacional”, fez saber.

Em Outubro de 2017, deu conta Anilton Cabral que assinou um contrato com uma Agência de modelo internacional, a Da Banda Models Management, da qual fazem parte vários colegas cabo-verdianos, partindo, em seguida, para uma formação em Portugal.

Em Março deste ano, teve a sua primeira grande oportunidade no mercado internacional ao desfilar no Moda Lisboa. Mas este jovem não quer parar por aqui. Por isso, diz-se focado para alcançar o seu maior objectivo que é ser um Top Model conhecido internacionalmente.

Anilton Cabral fez saber ainda que trancou a matrícula do Curso de Engenharia Civil, na Universidade Jean Piaget de Cabo Verde, para se focar na sua carreira de modelo, com o intuito de conseguir alcançar os seus objectivos.

Finalizando, este jovem disse ser um amante e praticante do basquetebol, uma modalidade que o ajudou a ter disciplina, um aspecto que, segundo afirmou, o ajuda na carreira de modelo.

GSF/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos