Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Elisângela Landim, Tairine Monteiro e Edvânia Barros vencem III edição do Startup Challenge

Cidade da Praia, 16 Set (Inforpress) – Elisangela Landin, Tairine Monteiro e Edvânia Barros são as vencedoras da III edição da competição nacional de empreendedorismo (Startup Challenge) que contou com a participação de 385 inscritos de todas as ilhas do país.

Elisângela Landim ficou em primeiro lugar com o projecto Fisio Sara – Clínica de Fisioterapia, e recebeu como prémio um plafond de 200 mil escudos de crédito não reembolsável, Tairine Monteiro em segundo lugar com o projecto Fashion Pró-Natura recebeu um plafond de 150 mil escudos e Edvânia Barros com o projecto Inovart 3D foi premiada um plafond de 100 mil escudos.

Todas foram bonificadas com um ano de incubação e um kit de auto-emprego.

Samir Pereira, gestor da Business Incubation Center (BIC) que juntamente com o Programa de Apoio ao Emprego, Empregabilidade e Inserção (Jov@Emprego), promoveu o concurso, explicou que esses três projectos tops, vão agora ser implementados.

Conforme indicou, dos 385 inscritos, 150 candidatos foram seleccionados, dos quais 94 concluíram com sucesso o processo de capacitação e desenvolvimento dos respectivos Planos de Negócio, tendo sido escolhidos 10 finalistas.

Em competição estiveram projectos de variadas áreas desde a saúde, às tecnologias, às áreas do agro-negócio, entre outras.

“No top 10, de onde saíram os três vencedores, estiveram participantes de quatro ilhas do país, o que para nós é um bom sinal. Um outro facto que penso aqui relevante destacar é que desde o início tivemos uma participação superior a 70% de mulheres. Isto mostra que o desafio que assumimos no início de ter uma participação maior de mulheres e meninas foi alcançado e chegamos ao fim, no top 10, com sete mulheres empreendedoras”, realçou.

O acto de encerramento foi presidido pelo secretário de Estado da Inovação e Formação Profissional, Pedro Lopes, que se congratulou com os sucessos das três edições do concurso.

O governante, que participou no evento em representação do vice-primeiro-ministro, Olavo Correia, adiantou que há todo um ecossistema montado para dar apoio a todos os jovens cabo-verdianos.

“Quem quer emprego tem o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), quem quer criar o seu próprio negócio tem a pró-empresa e nós temos também a pró-garante e a pró-capital. Ou seja, montamos todo o ecossistema através do Ministério das Finanças e do Governo de Cabo Verde para apoiar os jovens cabo-verdianos”, disse.

O objectivo, realçou, é que os jovens comecem a ter uma importância cada vez maior no tecido empresarial cabo-verdiano.

“Queremos uma nova geração de empresários que utilizam ferramentas modernas, os chamados novos conhecimentos do mundo para acrescentar valor à sua comunidade, para si e para o nosso país”, disse deixando uma mensagem de felicitação às três vencedoras da III edição do Startup Challenge.

Para a realização deste concurso, a organização do Startup Challenge contou também com o IEFP como parceiro para as acções de capacitação e promoção de auto-emprego, o Instituto do Desporto e da Juventude (IDJ) como parceiro de empreendedorismo jovem, a pró-empresa como parceiro empresarial o BCN como parceiro financeiro, e a Unitel T+ como parceiro tecnológico.

MJB/HF

Inforpress/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos