Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Eleitos municipais do PAICV apreciam negativamente o relatório de actividades e conta de gerência da CMRGS de 2016 (Rectificada)

 

Cidade da Praia, 10 Mai (Inforpress) – Os deputados municipais do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV-oposição) apreciaram hoje negativamente o relatório de actividades dos órgãos executivos e a conta de gerência da Câmara Municipal de Ribeira Grande de Santiago (CMRGS) de 2016.

A posição do PAICV foi manifestada durante a II Sessão Ordinária deste mandato da Assembleia Municipal da Ribeira Grande de Santiago, que aconteceu hoje, no auditório da autarquia, na Cidade Velha.

Em declarações à Rádio de Cabo Verde (RCV), o presidente da Câmara Municipal de Ribeira Grande de Santiago, Manuel de Pina, apontou que a taxa de execução das actividades ronda os 70%, considerando que a lei condicionou a execução.

“A própria lei condicionou a execução orçamental no ano passado, mas mesmo assim tivemos uma boa execução e com alguns resultados”, considerou o edil, que apontou a realização das eleições como um outro condicionante.

Para a bancada do Movimento para a Democracia (MpD), apesar do ano transacto ter sido atípico, a CMRGS agiu de acordo com as circunstâncias, motivo que levaram os deputados municipais do partido que sustenta a câmara a apoiar a aprovação do relatório de actividades e conta de gerência.

“Como sabemos, esta câmara teve vários problemas com o Governo anterior (…), mas creio que a edilidade deveria ter feito um pouco mais, entretanto as circunstâncias não foram as melhores”, afirmou o líder da bancada municipal do MpD, Nilton Livramento.

Franklim Ramos, líder da bancada municipal do PAICV, fez uma apreciação “negativa” do desempenho camarário, por entender que os resultados conseguidos pela Câmara Municipal de RGS “ficaram muito aquém do programado”, lembrando que os cerca de 70% das realizações foram dispensadas para as despesas do funcionamento e não para investimentos.

Nesta sessão ordinária, os eleitos municipais aprovaram, por unanimidade, a proposta de geminação entre as Câmaras Municipais do Sal e da Ribeira Grande de Santiago, assim como aprovaram o aumento de subsídio de alimentação dos deputados municipais de 500 para 1.000 escudos.

DR/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos