Electra: “Todas as situações formam devidamente previstas e haverá soluções para todos” – confirma ministro

 

Cidade da Praia, 28 Jun (Inforpress) – O ministro da Agricultura e Ambiente, Gilberto Silva, disse hoje que todas as situações no que se relaciona aos trabalhadores afectos ao sector de água da Electra foram devidamente previstas e com soluções encontradas para todos.

Gilberto Silva justificava assim a denúncia do secretário permanente do Sindicato da Indústria, Serviços, Comércio, Agricultura e Pesca (SISCAP), Joaquim Tavares, segundo a qual a situação dos trabalhadores deve-se a “indecisão” e a “sonegação e secretismo” de informações “por parte da Electra e do Governo”.

“A reforma em curso implica evidentemente questões que tem que ver com o pessoal e mobilidade, que foi bem discutida com os sindicatos que participaram em vários debates. Presumo que todas as situações formam devidamente previstas e que haverá soluções para todos”, afirmo Gilberto Silva.

Questionado sobre a aprovação do decreto-lei que vai regular todas as medidas a serem levadas em consideração no caso de transição dos trabalhadores para empresa Águas de Santiago (AdS), o ministro realçou que quem deve falar da situação dos trabalhadores é a empresa e não o Governo.

Esta segunda-feira, 74 trabalhadores do sector de Água da Electra protestaram à frente da sede da empresa, na Cidade da Praia, exigindo esclarecimentos sobre a situação laboral na nova empresa AdS.

A inquietação dos trabalhadores foi justificada, na altura, pelo sindicalista da SISCAP com a desafectação do sector de água e saneamento da Electra e a abertura da AdS, a partir de 01 de Julho.

PC/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos