Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Edil Maiense considera “estranha” a posição da bancada da OIAM quanto à presidência da comissão especializada

 

Porto Inglês, 29 Dez (Inforpress) – O edil maiense, Miguel Rosa, disse hoje estranhar a posição da Onda Independente para Avanço do Maio (oposição) na assembleia municipal, que alegou estar a ser “impedida” de exercer a fiscalização da governação orçamental e financeira local.

Ao reagir à afirmação da bancada da OIAM divulgada quinta-feira pela Inforpress, em que alega que não lhe foi permitida a presidência da Comissão Especializada de Administração, Finanças, Planeamento e Desenvolvimento Económico e Relações Externas e Turismo, para fiscalizar a governação orçamental e financeira da Câmara Municipal, pedindo a intervenção do tribunal de contas, Miguel Rosa disse estranhar esta atitude, visto que a edilidade “tem pautado pela moralidade e transparência nas suas intervenções”.

“Todos os dossiês estão disponíveis, a própria bancada e os deputados e qualquer pessoa que quiser alguma informação, a câmara está aberta, nós não tememos a fiscalização e a intervenção das autoridades competentes, por isso estranha-me a posição da bancada OIAM”, frisou o autarca.

Miguel Rosa considerou ainda uma “deselegância e desonestidade política” o discurso da bancada OIAM em relação à actuação e gestão da autarquia maiense.

“Este discurso já não pega na sociedade maiense, porque o trabalho está à vista de todos. Em um ano estamos a transformar a ilha do Maio profundamente, o Maio que temos hoje é completamente diferente do Maio que tínhamos em 2015/16 e próximo ano será ainda melhor, por isso estranhos este tipo de discurso”, conclui.

WN/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos