Edil de São Miguel convida Presidente da República a visitar o seu município

 

Cidade da Praia, 18 Ago (Inforpress) – O presidente da Câmara Municipal de São Miguel, Herménio Fernandes, foi hoje à Presidência da República convidar o Chefe de Estado, Jorge Carlos Fonseca, a visitar o seu município, que conforme adiantou “está num bom momento”.

À saída de uma audiência de mais de meia hora, Herménio Fernandes disse que o encontro foi oportunidade para conversar com o Presidente da República sobre o estado actual do município, as perspectivas para o ano agrícola e sobre as festas do município que se avizinham.

Sobre o convite, o autarca adiantou que o Presidente da República aceitou, de pronto, deslocar-se a esse concelho da região norte da ilha de Santiago, pelo que uma equipa vai já ser constituída para preparar a visita, ainda sem data marcada.

“Ele confirmou-me que irá visitar o município de São Miguel nos próximos dias. Já estamos a preparar uma equipa e o “staff” dele deslocar-se-á ao município para prepararmos a visita do Presidente que é um estadista e um cidadão muito acarinhado em São Miguel”, disse adiantando que os micaelenses aguardam, com ansiedade, a visita.

Herménio Fernandes considera que o município está a viver um “bom momento”, estando em franco desenvolvimento e com obras estruturantes.

O concelho, conforme frisou, foi primeiro a implementar o Balcão Único e a ligar a fibra óptica, com ganhos importantes a nível da modernização administrativa, tendo tido igualmente, “importantes ganhos” em matéria de inclusão social, dinamização da economia local e requalificação urbana.

“Portanto, o município de São Miguel está na rota do crescimento. Estamos a desenvolver projectos estruturantes, que tornarão o município mais atractivo, mais competitivo e com melhores condições de vida para as nossas populações”, sublinhou.

“Todo o investimento que estamos a realizar, neste momento, visa qualificar o nosso território, criar um ambiente saudável e sustentável e criar actratividade para que o município tenha cada vez mais ambiente de negócios”, acrescentou.

Entretanto, Herménio Fernandes adiantou que há ainda “importantes desafios” pela frente, nomeadamente o desemprego, que afecta, sobretudo, a juventude, e a pobreza abrange um número significativo de pessoas.

No entanto, considera que todo o trabalho que está a ser desenvolvido, neste momento, vai a médio prazo, contribuir para a melhoria das condições de vida das populações, suprimindo as dificuldades porque ainda passam algumas famílias.

“Nós entendemos que a redução da pobreza e do desemprego só pode ser feita via produção, via criação de riqueza, via desenvolvimento de projectos futuristas e estruturantes capazes de gerar novas oportunidades e empregos e criar um ambiente para que o município atraia mais investimentos externos”, sublinhou indicando que o governo local está alinhado com o governo central.

Por isso, perspectiva que daqui a quatro anos existirá um São Miguel “muito diferente” do existente actualmente.

MJB/CP

Inforpress/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos