Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

ECPAT Luxemburgo quer continuar a apoiar acções contra exploração e abuso sexual de crianças no país

Espargos, 12 Mar. (Inforpress) – A ONG ECPAT Luxemburgo promove uma acção com as redes locais, esta quinta-feira, no Sal, com vista à definição de estratégias para continuar a apoiar o país na luta contra a exploração e abuso sexual de crianças.

A acção, organizada em parceria com a ACRIDES, decorrerá durante dois dias, na Associação Chã de Matias, coordenadora da Rede Local de Prevenção e Combate contra o Abuso e a Exploração Sexual de Crianças.

Contará com a presença do director da ONG ECPAT Luxemburgo, Thomas Kauffmann, e as coordenadoras das Redes Locais de Santo Antão, Ribeira Grande, Paúl e Porto Novo, São Vicente, Santiago Norte e Santiago Sul e a ilha do Maio.

O encontro tem como propósito fazer-se a revisão das acções realizadas desde o final do projecto anterior, inteirar-se das expectativas de Redes Locais para a continuação de acções, e ponderar sobre os desafios e parceiros.

Da parte da ECPAT Luxemburgo, espera-se também conhecer as expectativas e os desafios estratégicos para Cabo Verde, devendo-se com esta partilha de experiência elaborar um plano de acção para os próximos dois anos e meio.

Este plano deverá ser partilhado com o Instituto Cabo-verdiano de Crianças e Adolescentes (ICCA) e demais parceiros, visando o reforço do sistema de protecção da criança em Cabo Verde, no que tange a violência sexual contra crianças, enquanto organizações da sociedade civil.

“Os resultados do primeiro projecto 2017-2019 deixaram-nos cada vez mais engajados e mais responsáveis pela protecção, assim, continuaremos a dar o nosso contributo como pede os ODS 17, com vista a fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável”, lê-se numa nota de imprensa assinada pela presidente da ACRIDES, Lourença Tavares.

SC/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos