Dudu Nobre quer contribuir para enriquecer enredo do Carnaval cabo-verdiano nos próximos tempos 

 

Cidade da Praia, 18 Ago. (Inforpress) – O músico e cantor brasileiro Dudu Nobre considerou hoje que as similitudes entre as diversas manifestações culturais brasileiras e cabo-verdianas poderão ser, ainda,  melhor trabalhadas e contribuir para enriquecer o enredo do Carnaval cabo-verdiano nos próximos tempos.

Dudu Nobres fez esta revelação durante ao encontro “Regresso às Origens”, promovido pela Câmara Municipal da Praia, na Cidade Velha, e que contou com o envolvimento de batucadeiras, capoeira, colá sanjon, Bloco de Gamal, tabanka, funaná, Dudu Nobre e banda e representantes dos grupos do Carnaval, de entre outras manifestações culturais do País.

Num clima de muita movimentação cultural, dada a onda da diversidade cultural que invadiu a Cidade Velha, Património Mundial da Humanidade, Dudu Nobre diz ter sido emocionante o seu “regresso às origens”, tendo enumerado os pontos turísticos e tradicionais como a Igreja Matriz, para ressalvar que Brasil e Cabo Verde são nações irmãs  e que Cidade Velha merece ser conhecido pela população brasileira.

Dudu Nobre disse que a sua passagem pela Cidade Velha fez-lhe recordar dos seus antepassados, revelando que o seu bisavô é natural desta que é a primeira cidade construída pelos portugueses nos Trópicos.

Disse ter aproveitado esta deslocação para enriquecer a sua cultura, afirmando mesmo que a tabanka como o batuco “se aproximam muito” de manifestações populares praticadas em épocas diferentes no Brasil.

Nesta que é a sua segunda passagem por Cabo Verde, mas a primeira pela capital, Dudu Nobre mostrou-se grato pela forma como teve a oportunidades de conviver com os grupos folclóricos e afirma ser “a segunda de muitas vezes” para melhor partilhar a sua experiência e ajudar o País na evolução e crescimento do Carnaval.

Enquanto isto, o líder do grupo de carnaval  Vindo d’África , José Jorge Gomes “Breu”,  considerou “muito importante” a presença de Dudu Nobre neste “workshop” por entender que esta figura da música brasileira acabou por trazer tudo o que “a gente já precisava, precisamente na Cidade da Praia”.

Isto por entender que Dudu Nobre veio, efectivamente, demonstrar a essência da cultura de forma que os fazedores de cultura possam entender o verdadeiro sentido do Carnaval, alagando que, pessoalmente, ainda que nem sempre bem entendido, soube defender que manifestações como tabanka, batuco e funaná podem estar perfeitamente integrado nas festas do rei momo.

Breu é de opinião que o Brasil tem o seu estilo próprio, mas recorda que a cultura brasileira teve a sua origem na Cidade Velha, pelo que diz acreditar na evolução das actividades culturais.

SR

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos