Draghi toma posse como primeiro-ministro de Itália

Roma, 13 de Fev (Inforpress) – Mário Draghi foi hoje empossado como primeiro-ministro de Itália pelo chefe de Estado, Sérgio Mattarella, que o encarregou de formar governo após a crise desencadeada no decurso da renúncia ao cargo de Giuseppe Conte em 26 de Janeiro.

“Juro ser fiel à República, cumprir com lealdade a Constituição e as leis e exercer minhas funções em prol do interesse exclusivo da nação”, declarou perante Sérgio Mattarella no Palácio Romano Quirinale.

Depois de Draghi, ex-presidente do Banco Central Europeu (BCE), vinte e três ministros do seu governo começam a tomar posse, entre os quais reconhecidos técnicos que vão assumir pastas importantes como a Economia, Interior ou Transição Energética.

Draghi disse ter aceitado o convite do Presidente italiano, Sérgio Mattarella, para assumir o cargo de primeiro-ministro de Itália, depois de ter garantido o apoio de quase todos os partidos representados no Parlamento. 

O economista, de 73 anos, substitui Giuseppe Conte, que renunciou ao cargo depois de o partido Itália Viva, de Matteo Renzi, parceiro da coligação governamental, ter abandonado o Governo, deixando-o sem maioria no Parlamento.

Em 03 deste mês, Draghi aceitou, “embora com reservas”, a tarefa de formar um Governo, após a demissão de Conte, nove dias antes, prudência que justificou por pretender constatar, primeiro, que apoios poderia obter para governar.

Inforpress/Lusa/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos