Dom Arlindo considera “criminoso” o acto de criação de falso perfil do bispo de Santiago no Facebook

 

Cidade da Praia, 12 Dez (Inforpress) – O bispo da Diocese de Santiago repudia o crime que envolve a sua pessoa na criação de um falso perfil no facebook, considerando de “acto criminoso” por parte de alguém que o fez.

“Em nenhum momento nem eu nem os serviços da Diocese criaram qualquer perfil respeitante à minha pessoa”, afirmou Dom Arlindo Furtado, citado pelo site da Diocese de Santiago, que repudia o acto que considera de “grave e intolerável”.

A Diocese de Santiago, lê-se no site, “está a incitar esforços junto às autoridades no sentido de identificar e responsabilizar o autor da falsa página do cardeal.

Assim, a Diocese apela aos católicos e pessoas de boa vontade a não aderirem, nem de modo algum a se envolverem em temas de qualquer teor nessa página “monseigneur arlindo gomes furtado” ou mensagem a ela ligada.

LC/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos