Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Dois reféns vietnamitas decapitados no sul das Filipinas – Exército

 

Manila, 05 Jul (Inforpress) – O grupo radical Abu Sayyaf decapitou dois marinheiros vietnamitas que mantinha em cativeiro há oito meses, no sul das Filipinas, anunciou hoje o exército em comunicado.

Os militares filipinos descobriram esta manhã os restos mortais dos reféns na ilha de Basilan, um dos bastiões daquele grupo, disse a capitã e porta-voz Jo-Ann Petinglay.

“É um ato desesperado do Abu Sayyaf, porque eles sabem que não tiram nada dos sequestros”, afirmou.

O Abu Sayyaf é uma ramificação extremista da rebelião separatista muçulmana que causou mais de 120.000 mortos desde os anos 1970 no sul daquele arquipélago de maioria católica.

O grupo foi criado nos anos 1990 graças aos financiamentos de um membro da família do então líder da rede terrorista Al-Qaida Osama bin Laden.

Os dois vietnamitas tinham sido raptados em Novembro com quatro compatriotas a bordo de um barco, ao largo de Mindanao.
Um dos seis vietnamitas foi resgatado em Junho e os três restantes continuam em cativeiro, segundo a capitã Petinglay.

O Abu Sayyaf tinha em Fevereiro decapitado o septuagenário alemão Jurgen Kantner, raptado no sul do arquipélago.
Em 2016, o grupo decapitou dois reféns canadianos.

Lusa/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos