DNS apela à população e às autoridades no sentido de fazerem cumprir as normas determinadas pelo Governo

Cidade da Praia, 03 Ago (Inforpress)- O director Nacional da Saúde afirmou hoje que a capital do país continua a registar número elevado de casos da covid-19, e apelou à população e às autoridades fiscalizadoras no sentido de fazerem cumprir as normas determinadas pelo Governo.

Na habitual conferência de imprensa para balanço e actualização da situação epidemiológica no país sobre a covid-19, o responsável da Saúde avançou que nos outros concelhos os casos estão a diminuir, mas na cidade da Praia continuam a aumentar, com registo de mais de 100 casos por semana

“Eu penso que está a falhar uma maior e melhor responsabilidade da população da Praia, uma melhor fiscalização por falta das autoridades competentes no cumprimento das normas, na circulação nos autocarros, nos supermercados, no ajuntamento de pessoas que acontece aos fins-de-semana e quase todos os dias”, referiu.

Para ultrapassar essa situação, defendeu que a capital do país precisa de mais e melhor acções, que passam pelo envolvimento e responsabilização da população, mas também das autoridades, como a Protecção Civil, Polícia e outras forças de segurança, no sentido de fazer cumprir com as normas gerais emanadas pelo Governo.

Na ocasião, o responsável lembrou que o pico da pandemia em Cabo Verde aconteceu na semana de 22 a 28 de Junho, com um total de 341 casos.

“Dos 341 casos passamos para 267, 265, 275, 199 e nesta última semana, que incluem os dados de hoje, foram registados 218. Não há duvida que estamos a chegar a situação estacionara e estamos a fazer todos os esforços para baixar”, referiu, sublinhando que esse novo patamar está a ser alimentado, sobretudo, no concelho da Praia, que neste momento tem registado mais de 100 casos por semana.

“Evitar aglomerações de pessoas, cumprir as normas em espaços públicos, espaçamento nas filas em repartições públicas e supermercados, são entre outras de recomendações que precisamos e as forças competentes devem zelar para que de facto se assuma para evitar aglomeração de pessoas nos espaços com restaurantes, bares, jogos de cartas e festas” acrescentou.

Segundo explicou, os dados apontam para uma diminuição em todos os concelhos, excepto os na capital do país, daí a necessidade de aumentar e reforçar as acções a nível comunitário.

Os dados de hoje indicam que das 220 amostras, foram registados 36 casos positivos, todos no concelho da praia, 51 recuperados e dos 645 casos activos, 501 estão em internamento institucional e 134 em isolamento domiciliar.

Acrescentou que foram ainda registados 11 casos suspeitos, sendo dois na Ribeira Grande de Santiago, seis em Santa Catarina, um em São Lourenço dos Órgãos e dois no Sal, e existem ainda 72 amostras pendentes no Sal e cinco em Ribeira Grande de São Nicolau.

Segundo avançou, 18 doentes estão em isolamento hospital, sendo nove em Santa Catarina e nove no Hospital Agostinho Neto, sendo que um se encontra em estado grave.

A nível nacional, já foram realizados 41.633 testes rápidos e mais de 20.000 PCR ( Polimerase Chain Reaction).

AV /JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos