Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

DNA pede maior engajamento de entidades na partilha de dados sobre mudanças climáticas – responsável (c/áudio)

Mindelo, 15 Jul (Inforpress) – A coordenadora do Projecto da Quarta Comunicação Nacional sobre Mudanças Climáticas, Cesária Gomes, quer maior engajamento de entidades na partilha de dados para a realização do relatório, que deverá ser entregue às Nações Unidas em 2023.

A responsável do projecto, que está sendo coordenado pela Direcção Nacional do Ambiente (DNA), fez o apelo no workshop de lançamento oficial do programa hoje, em São Vicente, adiantando que a lacuna de partilha de dados foi o “maior constrangimento” detectado na Terceira Comunicação e que precisa ser colmatado.

Cesária Gomes lembrou à imprensa que Cabo Verde ratificou a convenção quadro das Nações Unidas sobre as mudanças climáticas, em 1995, e comprometeu-se em elaborar periodicamente comunicações nacionais e os relatórios relativamente aos gases com efeitos de estufa, que também estão a ser elaborados.

No ano de 2000, segundo a mesma fonte, submeteu-se a primeira comunicação, depois a segunda em 2011 e a terceira em 2018, e agora está-se a preparar a quarta que deverá ser submetida, num período de vigência de quatro anos, até 2023.

“Apesar dos atrasos no que tange à covid vamos tentar submeter até 2023 a comunicação das circunstâncias nacionais sobre as mudanças climáticas”, explicou Cesária Gomes, acrescentando estar “expectante” que a quarta comunicação vai colmatar as lacunas detectadas nas anteriores.

“As lacunas têm a ver, principalmente, com o engajamento e a disponibilização de dados por parte de entidades nacionais, no que tange aos gases com efeitos de estufa”, asseverou a coordenadora, referindo-se a dados relacionados com a agricultura, os transportes, a energia e o uso de solo.

Relativamente aos gases com efeito de estufa, Cesária Gomes disse ter havido um “ligeiro aumento” com os dados de 2005 a 2010, mas que vai ser verificado agora com a nova actualização. 

O projecto da Quarta Comunicação sobre Mudanças Climáticas é financiado pelo Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF, sigla em inglês) em cerca de 852 mil dólares, implementado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e executado pela DNA.

LN/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos