Dívida à CV Interilhas: Olavo Correia diz que Estado cumprirá suas obrigações “de forma tranquila”

Cidade da Praia, 01 Ago (Inforpress) – O vice-primeiro-ministro, Olavo Correia, disse hoje na Cidade da Praia, que o Estado irá cumprir as suas obrigações “de forma tranquila” em relação à suposta dívida para com a concessionária dos transportes marítimos, CV Interilhas.

“O montante não está confirmado. É muito inferior a este montante (9,5 milhões de euros), mas a questão que se coloca aqui não é questão para ser discutida na comunicação social. Existem contas que foram apresentadas, as contas devem ser auditadas e fiscalizadas”, afirmou.

O também ministro das Finanças e do Fomento Empresarial e ministro da Economia Digital falava à imprensa, à margem de um ateliê de validação do projecto do guia sobre o Julgamento de Contas dos Contabilistas Públicas, que decorre até sexta-feira, na Cidade da Praia.

Segundo este governante, o executivo pagará depois das auditorias e as fiscalizações, entretanto esclareceu que não se trata apenas de uma questão de reclamar para receber.

“Há um quadro legal, há um contrato em que as contas devem ser validadas e certificadas por entidades internacionais e reputadas e após essa verificação e validação o Estado cumprirá com as suas obrigações de forma tranquila e nos termos da lei”, concluiu.

O grupo ETE, accionista da CV Interilhas, acusou na semana passada o Estado de incumprimento das suas obrigações financeiras, desde o início da concessão em 2019, a ponto de actualmente a elevada dívida acumulada à empresa ascender aos 9,5 milhões de euros.

GSF/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos