Director Nacional da Saúde reitera que a luta contra a covid-19 só será ganha com envolvimento de todos

Cidade da Praia, 30 Jun (Inforpress) – O director Nacional da Saúde, Artur Correia, reiterou hoje que a luta contra a covid-19 em Cabo Verde só será ganha se houver “forte envolvimento” de todos os intervenientes da sociedade civil.

Na habitual conferência de imprensa diária para fazer o balanço da doença em Cabo Verde, o director nacional da Saúde adiantou que o país tem neste momento 25 casos suspeitos, divididos entre as ilhas de Santiago e São Vicente.

Com registo hoje de mais 62 casos positivos da covid-19 no arquipélago, o responsável considera que a luta contra a covid-19 só será ganha com o envolvimento das autoridades sanitárias, autoridades de segurança e das populações no geral.

“As populações têm um papel fundamental nessa resposta. Já tivemos boa capacidade de resposta da população, mas daqui para frente exige-se mais das populações. Com o desconfinamento, a população tem maior responsabilidade porque o vírus circula com as pessoas e nós devemos tomar todas as precauções e seguir as recomendações de protecção”, realçou.

Reconheceu, no entanto, que há uma mudança positiva por parte da população em termos de medidas protectoras, com destaque para a utilização de máscaras, apelando, por outro lado, à responsabilidade individual, social e comunitária dos jovens na diminuição dos riscos de contágio e propagação da doença.

“Os jovens circulam mais e com isso tem mais probabilidade de fazer circular o vírus, daí a importância de chamar atenção à responsabilidade dos jovens. As pessoas idosas circulam menos, estão mais confinadas nos domicílios e quando há familiares que coabitam com os jovens o risco aumenta”, advertiu.

Cabo Verde registou mais uma morte por covid-19 na ilha do Sal. Trata-se de uma mulher de 74 anos, que tinha debilidades associadas ao coronavírus. No total, são sete vítimas do sexo masculino e oito do sexo feminino, entre as quais, dez com mais de 60 anos.

O país regista neste momento 1226 casos positivos acumulados de covid-19, distribuídos pelas ilhas de Santiago 929 (75,8%) Sal 220 (17,9%), Boa Vista 57 (4,6%), São Vicente 12 (0,9%) Santo Antão 4 (0,3%) Maio 2 (0,1%) e São Nicolau 2 (0,1%).

Do total, o país contabiliza ainda 15 óbitos, dois doentes foram transferidos para os seus países e tem neste momento 604 casos activos da doença e 608 casos recuperados.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 505.500 mortos e infectou mais de 10,32 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em África, há 9.843 mortos confirmados em mais de 384 mil infectados em 54 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia no continente.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detectado no final de Dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

CM/JMV

Inforpress/Fim.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Generic filters
Filter by Categories
Ambiente
Cooperação
Cultura
Sociedade
Desporto
Politica
Economia
Internacional
  • Galeria de Fotos