Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19: Director nacional da Saúde defende que os viajantes para São Nicolau devem fazer testes

Cidade da Praia, 01 Dez (Inforpress) – O director nacional da Saúde disse hoje que, neste momento, todos os viajantes para a ilha de S. Nicolau deviam fazer testes à covid-19, acrescentando que a partir de hoje vai haver dados actualizados sobre S. Vicente.

“Em relação a São Nicolau, já está uma proposta feita, com base na análise epidemiológica mais recente, e estamos a aguardar a decisão a nível dos ministros para a alteração da resolução que dá orientação sobre a realização de testes entre as ilhas”, precisou Jorge Noel Barreto.

Em declarações à imprensa, à margem do acto que assinalou o Dia Mundial de luta contra SIDA, o director nacional da Saúde afirmou que quem viaja para S. Nicolau deve fazer teste à covid-19, independentemente do ponto de origem.

Recentemente, as autoridades sanitárias da ilha do Chiquinho defenderam que os passageiros oriundos de São Vicente, que até agora não eram obrigados a fazer testes, devem fazê-lo, tendo em conta a situação epidemiológica nesta parte do País.

Para Jorge Noel Barreto, neste momento, as ilhas do Fogo e de São Vicente apresentam taxas de incidência acumulada “muito elevadas” e constituem focos de infecção pela covid-19 que mais preocupam as autoridades sanitárias.

Instado sobre o concelho da Praia, que nos últimos dias tem registado poucos casos, reconheceu que no maior município do País a “tendência é estacionária”.

“Parece haver alguns sinais de alguma diminuição [de casos de covid-19], mas esta análise é provisória, porque os dados são muito dinâmicos”, indicou, acrescentando que a tendência na capital é de melhoria.

Lembrou que no período de 02 a 15 de Novembro a Praia tinha uma taxa de incidência acumulada em 166 por 100 mil habitantes e, no período de 16 a 29  do mesmo mês, esta mesma taxa está em 85 por 100 mil habitantes.

“Temos aqui sinais de possível estabilização e até mesmo melhoria, embora haja ainda algumas amostras pendentes”, anunciou aquele responsável.

Na sua perspectiva, as medidas de prevenção, nomeadamente o uso das máscaras e o distanciamento físico terão contribuído para a situação em que neste momento se encontra a Praia.

De acordo com o director nacional da Saúde, o facto de o concelho da Praia ser aquele onde se registaram mais óbitos poderá ter contribuído para que as populações tivessem “muito mais preocupação”, adoptando as medidas de prevenção.

Cabo Verde registou esta segunda-feira, 30 de Novembro, 14 novos casos positivos e mais 100 pessoas foram consideradas recuperadas.

Com esses dados, o País passou a ter 324 casos activos, 10.329 pessoas recuperadas, 105 óbitos, um óbito por causas externas e dois transferidos, perfazendo um total acumulado de 10.761 casos positivos.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 1.460.018 mortos resultantes de mais de 62,7 milhões de casos de infecção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

LC/DR

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos