Director da Escola Secundária Cesaltina Ramos propõe “diálogo exigente” sobre importância da via técnica no sistema educativo

Cidade da Praia 24 Abr (Inforpress) – O director da ESPCR apelou hoje ao “dialogo exigente” sobre a importância da via técnica no sistema educativo cabo-verdiano, realçando que a direcção está comprometida no reforço e consolidação do ensino técnico e aumento o número de matriculas.

António Afonso Tavares fez estas considerações durante a sua intervenção na cerimónia de abertura oficial da XIª edição da Semana da Via técnica”, que arrancou hoje na Escola Secundária Polivalente Cesaltina Ramos (ESPCR), na Cidade da Praia, sob o lema “ESPCR, 24 anos transformando vidas”.

Para este responsável, este evento abre novos horizontes e visa sensibilizar os alunos, divulgar as áreas da via técnica e despertar alguma curiosidade nos alunos de outros níveis do ensino.

Recordou que a ESPCR iniciou o ano lectivo 2018/2019 com o total de 1239 alunos, sendo 814 da via geral e 425 da via técnica, distribuídos por 47 turmas, com corpo docente formado por 104 professores, reiterando que a escola está motivada e comprometida no reforço e na consolidação do ensino técnico como marca desta escola.

“A nossa escola encontra-se totalmente comprometida e engajada com as politicas em curso em matérias de formação profissional, que propõe edificar o sistema educativo no conceito de economia de conhecimento, orientando os jovens para o domínio proficiente das línguas, ciências integradas, tecnologias e para a construção de um perfil cosmopolita aberta ao mundo”, afirmou.

A escola, prosseguiu, no seu projecto educativo 2018/2021 destaca o reforço das ciências, seja no campo teórico como prática laboratorial, adiantando que próximo ano lectivo pretende implementar o laboratório de Matemática e Biologia, no referido estabelecimento financeiro.

Destacou, ainda, a importância de efectivação de uma política educacional e formativa do saber fazer através de cursos de pequenos ofícios, bem como a reformulação dos planos de formação e capacitação dos formandos de modo a elevar a qualidade de ensino no país.

“Vamos reabilitar oficinas de carpintaria e promover cursos para jovens que estão na educação básica de adultos, promoção de centro tecnológico de ambiente, assim como da extensão da conectividade da biblioteca digital e parques tecnológicos”, avançou.

Defendeu, por outro lado, a necessidade de se fazer a concessão da referida escola como unidade de gestão autónoma, dando-lhe maior liberdade curricular através do misto de disciplinas obrigatórias e facultativas, isto, de acordo com a  realidade do país.

A cerimónia de abertura oficial da “Semana da Via Técnica 2018/2019 foi presidida pelo Secretário de Estado para Educação, Amadeu Cruz e decorre até ao dia 20 do corrente mês.

Durante a semana, serão realizados várias actividades como apresentações, oficinas, palestras, exposições, visitas guiadas, feira de saúde e actividades desportivas e culturais.

CM/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos