Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Dia Mundial do Dador de Sangue: Necessidades são constantes apesar da situação estável em São Vicente – responsável

 

Mindelo, 12 Jun (Inforpress) – A responsável do Banco de Sangue de São Vicente, Conceição Pinto, classificou hoje de estável a situação da reserva de sangue na ilha, mas lembrou que as necessidades são constantes, pois todos os dias há sangue que sai.

Conceição Pinto, que falava à Inforpress na véspera do Dia Mundial do Dador de Sangue, que se celebra quarta-feira, 14, deu conta da satisfação por receber hoje, no Banco de Sangue, um grupo de dadores voluntários da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

“É agradável sempre quando aparece um grupo organizado como este da igreja”, declarou a responsável, para quem a estabilidade da reserva de sangue em São Vicente deve-se a um “trabalho de todos”, dos profissionais do Banco de Sangue, da direcção do hospital à sociedade no seu todo, quer através de instituições, pessoas individuais ou grupos organizados.

Contudo, além de saudar e agradecer os dadores de São Vicente, Conceição Pinto lançou um olhar sobre a realidade do país em que, sintetizou, nem todas as ilhas têm uma situação “tão privilegiada” como São Vicente.

Por isso, fez questão de lembrar à população de “todo o Cabo Verde” que a responsabilidade de haver uma reserva de sangue para todos os doentes é da sociedade e dos cidadãos saudáveis, já que, precisou, o sangue é um produto que não pode ser comprado ou fabricado.

“O sangue deve estar no hospital à espera do doente e não o contrário, daí lembrar às pessoas, em jeito de apelo, que estamos a falar de um produto que depende da boa vontade dos cidadãos”, concluiu a responsável do Banco de Sangue de São Vicente.

Em relação ao programa para comemorar, esta quarta-feira, 14, o Dia Mundial do Dador de Sangue, em São Vicente o dia será preenchido, na Praça Dom Luís, com actividades de informação/sensibilização sobre a importância da dádiva voluntária de sangue e as necessidades do hospital em matéria de sangue, para além da confraternização com os actuais dadores e o recrutamento de novos voluntários.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) instituiu o dia 14 de Junho como o Dia Mundial do Dador de Sangue, no ano de 2014, com o objectivo de homenagear e agradecer a todos os dadores que ajudam a salvar vidas diariamente.

A celebração do Dia Mundial do Dador de Sangue objectiva ainda aumentar a consciência da necessidade de componentes sanguíneos seguros.

AA/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos