Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Dia do Museus: Portonovenses aguardam pelo museu das romarias que consideram já “uma obra da santa Engrácia”

Porto Novo, 18 Mai (Inforpress) – Os portonovenses continuam a aguardar pelo museu das romarias que, desde 2014, está a ser construído na cidade do Porto Novo, Santo Antão, e cujas obras estão suspensas, há vários anos, por falta de financiamento.

Já por inúmeras vezes, os agentes culturais no município do Porto Novo queixaram-se da “demora” na conclusão das obras, que deveriam ficar concluídas em 2017, mas que estão ainda na fase inicial, sendo já considerado, por muitos, “uma obra da santa Engrácia”.

O museu das romarias, que está a ser edificado nas antigas instalações da fábrica de pozolanas, cidade do Porto Novo, faz parte de uma série de projectos visando a qualificação das festas de São João, elevadas, desde 2017, a património imaterial nacional, da qual se destacam ainda um centro interpretativo, a requalificação da rota da peregrinação e uma estátua do santo padroeiro.

O centro interpretativo, que funciona na antiga capela de São João, construída em 1905, foi criado ainda na gestão camarária anterior, estando a rota, nesta altura, a ser requalificada pela edilidade, num projecto financiado através do fundo do turismo, em quatro mil contos.

O museu, muito aguardado pelos portonovenses, está ainda longe de ser concluído, apesar das promessas do Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas (MCIC) quanto à disponibilização do financiamento para esse espaço de preservação das festas de romaria e da tabanka.

Entretanto, o edil Anibal Fonseca garante que o museu das romarias vai ser “uma realidade”, assegurando que a câmara está a trabalhar com o MCIC com vista à conclusão e montagem desta infra-estrutura, que se enquadra no processo que levou à classificação, há quase dois anos, das festas de São João como património imaterial nacional.

Por isso, a edilidade fez constar no programa de investimentos municipais para 2019 uma verba de 11 mil contos para a conclusão do museu, embora as obras estejam ainda suspensas.

O próprio ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente, tem estado a ressaltar o “engajamento” do Governo e da autarquia na construção do museu das romarias, que será um espaço onde se possa, também, preservar e promover o artesanato portonovense.

O Dia Internacional dos Museus é comemorado a 18 de Maio, com o objectivo de incentivar a população ao hábito de visitar e apreciar os museus, seja de arte moderna, clássica ou contemporânea.

A efeméride foi criada em 1977, através da iniciativa do ICOM – Conselho Internacional de Museus, um organismo que integra a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

JM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos