Dia da África celebrado com realização de várias actividades

Cidade da Praia, 24 Mai (Inforpress) – O Dia da África, este ano, é assinalado com a realização de várias actividades, uma iniciativa das diferentes organizações, com vista a promoção de debates sobre os desafios e a importância da valorização do continente africano.

O pontapé de saída das comemorações do Dia da África, que se celebra a 25 de Maio, foi dado pela Plataforma das Comunidades Africana sob o lema “Mais África mais inclusão”, que de 22 a 24 de Maio, na cidade da Praia, agendou a projecção de filmes, exposições e palestras, visando sensibilizar os alunos sobre a necessidade de se lançar um “olhar diferente” sobre a África.

No dia 25, a Plataforma tem agendado a realização de uma manifestação cultural na Praça Alexandre Albuquerque e nos dias 27 e 28 pretende realizar uma conversa aberta “Um olhar da Comunidade Africana no Processo de desenvolvimento de Cabo Verde” e “Desafios em África para a promoção das Economias Criativas”, nas universidades Jean Piaget e Unicv.

O dia da libertação do continente é também assinalado pelo Movimento Federalista Pan Africano Cabo Verde com a realização de conversa aberta que arrancou esta quinta-feira, seguido do lançamento do livro de Amílcar Cabral esta sexta feira e uma noite cultural no dia 25 de Maio.

A Associação dos Alumni Yali Cabo Verde, em parceria com outras instituições e embaixada do Senegal em Cabo Verde, realizam no dia 25 uma marcha “Caminhar pela Africa”, na cidade da Praia, com concertação em frente a igreja Nova Apostólica.

De igual modo, a Sunrise4Africa, que tem como objectivo fundamental contribuir para o desenvolvimento de Cabo Verde e dos países do seu espaço de inserção, a CEDEAO, e do continente africano, promove esta sexta-feira um conjunto de actividades lúdicas, desportivas e culturais, no bairro de Calabaceira, para assinalar a data.

O dia do continente africano será também assinalado pela Delegação do Ministério da Educação da Praia, que realiza este sábado 25, um evento na rua pedonal, no Plateau, envolvendo as escolas secundárias, com o objectivo de divulgar e valorizar os aspectos positivos da cultura africana, dando a conhecer ao público em geral os trabalhos práticos desenvolvidos por alunos e professores.

A Comissão Científica e Organizadora da 2ª Semana da África e da CEDEAO na UNICV, em parceria com a Cátedra Amílcar Cabral e Associação Académica dos Estudantes da UNICV, realiza, de 24 a 29 de Maio, várias actividades culturais e palestras sobre os desafios da integração política, económica, cultural na África Ocidental, para celebrar o 25 de Maio.

O Dia da África comemora-se anualmente a 25 de Maio.

O dia 25 de Maio é considerado o Dia de África porque foi neste dia, em 1963, que se criou a Organização de Unidade Africana (OUA), na Etiópia, com o objectivo de defender e emancipar o continente africano.

Em 1972, a Organização das Nações Unidas (ONU) estabeleceu o dia 25 de Maio como o Dia da África ou o Dia da Libertação da África.

Em 2002, a OUA foi substituída pela União Africana, mas a celebração da data manteve-se.

Este dia recorda a luta pela independência do continente africano contra a colonização europeia e contra o regime do Apartheid, assim como simboliza o desejo de um continente mais unido, organizado, desenvolvido e livre.

CM/JMV

Inforpress/Fim.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos