Desenvolvimento local: Abraão Vicente diz que Tarrafal precisa de uma nova alargada em todos os níveis

Cidade da Praia, 10 Jan (Inforpress) – O ministro da Cultura e Indústrias Criativas considerou hoje que o município do Tarrafal precisa de uma nova alargada a “todos os níveis”, alertando que não há “projectos mágicos” que vão fazer isso de um momento para outro.

Abrão Vicente discursava, na capital do país, durante o II Encontro de Fidjus di Santo Amaro na Praia, um modelo de IGNITH TOLK, organizado no quadro das festividades de Nhu Santo Amaro, que se celebra na quarta-feira, 15, no Tarrafal de Santiago.

Conforme observou o governante, para que haja essa alargada é necessária uma “mudança radical” na forma como se pensa os territórios em Cabo Verde.

“Todo o potencial do Tarrafal sempre lá esteve e continua. Não é um projecto hoteleiro, não é projectos de estrada, não é a reabilitação do Campo de Concentração, não são os presidentes da câmara e os deputados nacionais que mudam o Tarrafal”, admitiu.

Ao seu ver, é preciso tomar “medidas difíceis”, romper o ciclo oposições/ confrontações quase num espaço que se confrontam pessoas e não projectos e uma mudança pelo “bem comum”.

Propôs ainda que é necessário mobilizar os quadros do município espalhados pelo mundo, construir infra-estruturas e, sobretudo, fixar quadros, empresas, dinâmicas e investimentos no concelho.

“Tarrafal continua com o seu potencial praticamente intacto. E creio que se repetirmos esse encontro todos os anos para falar das potencialidades do Tarrafal será prova provada que estaremos a falhar”, considerou, acrescentando que com a reabilitação do

Campo de Concentração do Tarrafal. isso poderá ser um dos motores do desenvolvimento daquele município, através da cultura e turismo.

No encontro, Abraão Vicente prometeu enveredar todos os esforços para que haja sucesso no processo da candidatura do Campo de Concentração do Tarrafal a património da humanidade.

“Não é um processo fácil, tal como não foi o da morna. É preciso cumprir os requisitos internacionais e é preciso provar, que de facto, este território tem nele inscrito a alma da humanidade. Nós acreditámos e isso significa que podemos concretizá-lo”, garantiu.

Por sua vez, o membro da comissão organizadora deste encontro, José Soares, disse que o objectivo desta iniciativa é comemorar, na cidade da Praia, as festividades do dia do município de Tarrafal, reunindo os filhos e amigos daquele concelho para juntos reflectirem sobre a realidade actual.

Trata-se de uma iniciativa que vem sendo realizada há “muitos anos”, tanto no país como na diáspora.
Conforme admitiu, Tarrafal é um município com potencial que pode ser aproveitado para tornar o concelho numa referência na ilha de Santiago e Cabo Verde.

No encontro, foram abordados vários painéis, com temas sobre as potencialidades marítimas, nos desportos náuticos, mas também ofertas culturais do município de Tarrafal.

WM/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
[wd_asp elements='search' ratio='100%' id=2]
    • Categorias

  • Galeria de Fotos