Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Deputados regressam ao trabalho em plenária para aprovarem a alteração do estatuto da ARC

Cidade da Praia, 08 Nov (Inforpress) – Os deputados voltam ao trabalho em plenária, a partir de quarta-feira, 11, para aprovarem um conjunto de propostas legislativas, destacando-se a proposta de lei que altera o Estatuto da Autoridade Reguladora para a Comunicação Social (ARC).

Na referida sessão, os parlamentares vão também aprovar a proposta de lei que procede à alteração  à lei  nº 118/VIII/2016, que cria a Taxa de Compensação Equitativa pela Cópia Privada.

De igual modo, os eleitos da Nação vão aprovar a proposta de lei que estabelece o regime jurídico de acesso e exercício de profissões e de actividades profissionais sujeitas a carteira profissional.

Durante a primeira sessão plenária de Novembro,  está, igualmente, prevista a discussão, na generalidade,   da proposta do diploma que procede à primeira alteração à lei que aprova o regime geral das pensões do Estado, assim como a proposta de lei que cria o 1º e 2º Juízos de Trabalho no Tribunal Judicial da Comarca de acesso final da Praia.

Ainda em matéria legislativa, os deputados vão discutir a proposta de resolução que aprova para ratificação o acordo entre o Governo da República de Cabo Verde e a Organização Internacional de Polícia Criminal (INTERPOL, na sigla em inglês), sobre a definição do quadro legal que rege a implementação do Programa de SIPAO em Cabo Verde.

Entretanto,   para o instituto das perguntas ao Governo, o grupo parlamentar do Movimento para a Democracia (MpD, poder) indicou o ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente.

Na actual legislatura, a Assembleia Nacional é composta por 72 deputados, sendo 40 do MPD, 29 do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAIC, oposição) e três da União Cabo-verdiano Independente e Democrática (UCID, oposição).

Os deputados são eleitos por sufrágio universal, directo e secreto dos cidadãos cabo-verdianos de ambos os sexos, maiores de 18 anos, recenseados no território nacional ou no estrangeiro. Os deputados são os representantes de todo o povo e não unicamente dos círculos eleitorais por que foram eleitos.

O mandato dos deputados inicia-se com o seu empossamento e cessa com o empossamento dos deputados eleitos na eleição seguinte, sem prejuízo da suspensão ou cessação individual do mandato.

LC/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos