Deputados do MpD prometem reforçar apelo ao Governo para apoio ao projecto Cenorf Móvel

Cidade da Praia, 21 Jan (Inforpress)- Os deputados do Movimento para a Democracia (MpD) prometeram hoje reforçar o apelo ao Governo, no âmbito da criação do Cenor Móvel, um projecto que pretende fazer chegar o trabalho deste Centro Ortopédico a todos os pontos do País.

Esta intenção foi manifestada pela deputada do MpD Lúcia dos Passos, hoje, na sequencia da visita dos deputados eleitos pelo círculo eleitoral de Santiago Sul ao Centro Nacional Ortopédico e de Reabilitação Funcional (Cenorf), onde destacaram o trabalho feito por este centro.

“Quando vimos trabalho de instituições como o do Cenorf acaba por nos incentivar a pedir mais em torno de questões de pessoas com necessidades especiais, e é neste quadro que estamos aqui, para se conseguir melhor inclusão social”, realçou.

Segundo a deputada, os parlamentares constactaram que o Cenorf tem neste momento o desafio de ter um estatuto de utilidade pública para poderem fazer a importação de matérias-primas para produção de próteses da melhor qualidade.

“Estão em negociação com o Governo para ter um CENORF móvel, já colocaram esta questão ao ministro da Família, pelo que nós vamos reforçar este apelo, no sentido de se conseguir uma parceria tripartida entre o Ministério da Família e o Ministério dos Transportes, para ver se o Ministério dos Transportes entre com a parte do subsídio, de modo que possam deslocar as suas viaturas móveis para outras ilhas e concelhos para avaliação dos pacientes que têm necessidade de avaliação ortopédica”, prometeu.

A deputada entende que a ortopedia é uma especialidade que exige muito, por exemplo, em termos de custo, porque as próteses são caras e as pessoas quando se deslocam de uma ilha para a de Santiago normalmente ficam por cinco ou seis meses até que a prótese fique pronta.

“Então com o Cenorf Móvel, as pessoas terão menos sofrimento, porque não largam as suas famílias e não vão ficar em situações pouco complicadas”, explicou.

O administrador do Centro Nacional Ortopédico e Reabilitação Funcional, Alberto Afonso, aproveitou a ocasião para levantar algumas preocupações e pedir apoio visando dar respostas às demandas de todos os cabo-verdianos.

“Uma delas é a continuidade deste projecto no sentido de o Governo continuar a apoiar, mas não só no sentido do funcionamento, como também na possibilidade de ter mais condições em termos de aquisição de matérias-primas para produção dos aparelhos, para podermos ter a capacidade de chegar a mais pessoas, em outras ilhas de Cabo Verde que precisam deste aparelho”, indicou.

Segundo Alberto Afonso muitas demandas chegam ao Centro e não tem as condições de as atender, e adianta que o Governo tem apoiado, mas que ainda precisam de mais.

“Queremos não só o apoio do Governo, mas de todos os cabo-verdianos por se tratar de um projecto de todos os cabo-verdianos”, vincou.

Anunciou que o lançamento do projecto Cenorf Móvel deve acontecer no mês de Fevereiro, altura em que também devem receber os equipamentos, no âmbito deste projecto, financiado pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos últimos Dias.

ET/JMV

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos