Defesa de Alex Saab pede suspensão do processo de extradição do venezuelano

Cidade da Praia, 13 Fev (Inforpress) – O advogado de defesa de Alex Saab anunciou que apresentou um recurso ao Supremo Tribunal de Justiça para suspender o processo de extradição por parte de Cabo Verde, enquanto aguarda decisão do Tribunal da CEDEAO.

Em comunicado, divulgado sábado, o advogado José Pinto Monteiro, que lidera a defesa de Alex Saab em Cabo Verde, avançou que o recurso deu entrada na sexta-feira no Supremo Tribunal de Justiça de Cabo Verde.

“Tendo agora Cabo Verde aceite a jurisdição do Tribunal da CEDEAO, tal como comprovado pelo seu comparecimento e pelas alegações orais apresentadas pelo seu advogado em 05 de Fevereiro, na audiência principal, não poderá haver razão alguma para o Supremo Tribunal não suspender o processo de extradição,” referiu.

Lembrou que a 02 de Dezembro, o Tribunal da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) ordenara a colocação de Alex Saab em regime de prisão domiciliária, devido ao seu estado de saúde.

O Tribunal da CEDEAO deverá pronunciar-se sobre a legalidade da detenção e o processo de extradição no próximo dia 11 de Março.

Detido a 12 de Junho no Aeroporto Internacional Amílcar Cabral, na ilha do Sal, Saab, considerado um testa-de-ferro do Presidente da Venezuela,

Nicolás Maduro, é acusado pela Justiça América, que pede a sua extradição por alegada lavagem de capitais no montante de 350 milhões de dólares através do sistema financeiro dos Estados Unidos.

O Governo da Venezuela afirma que ele tem imunidade diplomática e que estava ao serviço do país. A defesa também já recorreu à Comissão dos Direitos Humanos das Nações Unidas e ao Tribunal da CEDEAO.

CM/JMV
Inforpress/Fim.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos