Decisão da construção do Campus da Uni-CV na Praia resultou de estudos e pareceres de especialistas nacionais e internacionais – Ex-PM

 

Cidade da Praia, 13 Jul (Inforpress) – O antigo primeiro-ministro, José Maria Neves, diz que a decisão da construção do primeiro Campus da Uni-CV, na Cidade da Praia, resultou de estudos realizados e pareceres de especialistas nacionais e internacionais.

Em artigo inserido na edição desta quinta-feira, 13, do jornal A Nação, Neves explica, ainda, que, tendo a Uni-CV, desde a nascença, dois polos – Praia e São Vicente – “ter-se-ia, numa segunda fase, de procurar financiamento para o Campus do Mindelo, mais ligado ao Cluster do Mar”.

“…Não houve nenhum desvio do Campus Universitário de São Vicente para a Praia, pela singela razão de, não obstante ser financiamento chinês, o Governo da República Popular da China (RPC) não ter condições de decidir construir qualquer obra, nesta ou naquela ilha, antes e à revelia do Governo de Cabo Verde”, escreve o antigo chefe do executivo cabo-verdiano.

Lembra, por outro lado, que os deputados nacionais eleitos pelo círculo eleitoral de São Vicente, tendo conhecimento da ideia da construção do Campus, “tiveram encontros com o Governo, solicitando que o mesmo fosse construído no Mindelo, ou então, dividido em dois e construído simultaneamente nas duas cidades (Praia e Mindelo)”.

Segundo ele, tendo sido consultado o Governo chinês, este considerou que “seria inviável para eles essa opção, porque aumentaria consideravelmente os custos”.

Neste artigo bastante longo, José Maria Neves esclarece que o mesmo vem a propósito da manifestação protagonizada  por cidadãos do Mindelo (São Vicente) no dia 5 de Julho, data da Independência de Cabo Verde e que mobilizou milhares de pessoas.

Na sua perspectiva, a manifestação é “um sinal dado a toda a sociedade política, quem deve considerá-la com redobrada atenção, pelas suas implicações na formação da vontade política nacional e no desenho futuro das políticas públicas”.

Para o ex-primeiro-ministro, o lançamento da primeira pedra para a construção do Campus Universitário da Uni-CV fez “transbordar o copo e catalisou a referida manifestação”.

“As causas, estas, são muitas, mais remotas e complexas do que aquelas que têm sido apresentadas nas redes sociais e por alguns analistas e comentaristas”, precisou o antigo presidente do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV-oposição), numa referência à manifestação do Mindelo.

LC/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos