Décima edição da Semana da República aborda “os desafios globais da pandemia”

Cidade da Praia, 11 Jan (Inforpress) – A décima e última edição da Semana da República que decorre de 13 a 20 de Janeiro aborda tema da actualidade “Os desafios globais da pandemia da covid-19”, bem como “O processo de construção da democracia em África”.

A Semana da República, comemoração alusiva aos dias da Liberdade e da Democracia e Heróis Nacionais, acontece desde 2012.

O chefe da Casa Civil da Presidência da República, Manuel Faustino, disse hoje, em conferência de imprensa sobre a programação da Semana da República, que o evento é a “marca dos mandatos” e uma “das importantes contribuições” do Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca.

Esta será a décima e última edição a ser realizada, uma vez que o mandato de Jorge Carlos Fonseca termina no próximo mês de Outubro, tendo apontado que o evento poderá ser retomado, porém em “formas diferentes”.

Conforme indicou Manuel Faustino, a décima e última edição da Semana da República se inicia a partir desta quarta-feira, 13, às 10:00 na Assembleia Nacional com o discurso do Presidente da República na Sessão Solene comemorativa do Dia da Liberdade e da Democracia.

Na quinta-feira, 14, pelas 17:00, no Presidência da República vai ser inaugurada a exposição infográfica sobre a história das nove edições da Semana da República de 2012-2020.

Já na sexta-feira, 15, às 17:00, dando continuidade à programação, acontece no Palácio da República a primeira conferência sob o tema “Os desafios globais da pandemia da covid-19”, que está dividido nos subtemas pandemia, liberdade e inclusão social, cujo orador é historiador e fundador do Livre (partido português), Rui Tavares.

Durante a primeira conferência, a ser moderada pelo professor universitário Carlos Carvalho, vai ser debatido ainda a pandemia e desenvolvimento socioeconómico: o caso de Cabo Verde, a pandemia e o ensino: Impactos e desafios da transição digital.

Para o segundo dia da conferência que sucede, terça-feira, 19, pelas 17:00, também no Palácio da República será debatido “O processo de construção da democracia em África”, moderado pela jornalista Maria de Jesus Lobo.

Na decorrência do segundo dia de palestra, o exercício do poder e a constituição em África, a democracia cabo-verdiana: ameaças e desafios, a comunicação social e as redes sociais na consolidação da democracia, fazem parte, também, da lista dos subtemas a serem debatidos, citou Manuel Faustino, sublinhando que a palestra conta com oradores nacionais e internacionais.

A programação da Semana da República termina no dia 20, quarta-feira, pelas 18:00 no Palácio do Presidente da República com um concerto musical, “relativamente curto” disse o Chefe da casa civil da Presidência da República destacando a participação de Manel di Candinho, Kaku Alves, de entre outros músicos.

Manuel Faustino considerou ainda que com a Semana da República tem sido possível ultrapassar “esta visão pouco estreita” sobre a importância destas duas datas relevantes.

TC/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos