“CVMA será o relançar de uma vasta economia ligada à indústria musical”- ministro da Cultura

Cidade da Praia, 06 Nov (Inforpress) – O ministro da Cultura e das Indústrias Criativas disse hoje que a realização do Cabo Verde Music Awards (CVMA) é “o relançar de uma vasta economia” ligada à indústria musical, com “forte engajamento” de todos os participantes.  

Abraão Vicente fez esta afirmação à imprensa, à margem do encontro, no Palácio da Cultura Ildo Lobo, que manteve com os artistas nomeados para a gala do CVMA, que aconteceu na noite de hoje, na Cidade da Praia.  

Para o governante, este é o recomeço pós-pandemia das actividades culturais e essa premiação será “o assinalar da retoma do sector cultural”, salientando que os artistas, ao contrário dos “ruídos” que se fazem, engajam-se e compreendem o trabalho que está a ser feito. 

“Nós estivemos sempre presentes desde o primeiro momento que a nova direcção do CVMA decidiu realizar o evento, abrimos todas as portas da grande maioria dos parceiros e acreditamos juntamente com a equipa, fazendo também com que os artistas acreditassem e viessem participar”, declarou o ministro.  

Acrescentou ser  “super importante” porque a retoma económica também se faz através da música e dos eventos, por isso, realçou, o Governo tem preparado um pacote de financiamento para o próximo ano.  

É um montante, informou, através do Fundo de Turismo, para o AME, Kriol Jazz Festival, Festival Baía das Gatas e Festival de Santa Maria, entre outros, eventos que acredita que têm que ser “alavancados”, a partir do Orçamento do Estado, neste recomeço. 

“O preço da realização de um evento como a CVMA continua a mostrar que somos um País voltado para a música, entretenimento e indústria  musical”, finalizou.

HR/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos