Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

CVBabel quer ser uma opção complementar do Estado no ensino de línguas estrangeiras

Cidade da Praia, 04 Mai (Inforpress) – O Centro de Línguas e Traduções (CVBabel) concretizou hoje o desejo de mudança de perpectivas no ensino de línguas estrangeiras no País e ser uma opção complementar do Estado no processo de ensino e aprendizagem das mesmas.

Em entrevista à Inforpress, o professor do referido centro e coordenador da campanha de consciencialização sobre oportunidades de aprendizagem de línguas estrangeiras em tempos de pandemia, Carlos Carvalho, destacou os avanços de Cabo Verde, que se refere ao ensino de línguas estrangeiras registados nos últimos anos.

“Reconheço que tem havido esforços enormes a nível da decisão, há uma dada medida em Cabo Verde para se investir nas línguas. Reconheço também que temos conseguido formar a nível das universidades, formar bem os jovens nas línguas francesas e inglesas,       que conseguem sair com uma formação muito sólida, e isto, obviamente irá ajudar no cumprimento dos objectivos”, afirmou, realçando, entretanto, que não obstante os ganhos, “falta ainda muito por fazer”.

Apontou, neste quadro, a necessidade de mudança de perspectivas no que se refere ao ensino de línguas estrangeiras no ensino no secundário em Cabo Verde, isto porque, justificou, muitos estudantes cabo-verdianos estão a concluir 12º ano de escolaridade com “nível baixo” de comunicação em línguas estrangeiras.

Esta situação, no seu entender, deve-se ao facto de ainda o ensino secundário continuar a focar muito nas estruturas das línguas, ou seja, no seu funcionamento, e muito menos na vertente da comunicação, de forma a permitir uma maior afluência.

“O ensino de línguas pode ser feito sob diferentes prismas, e nós continuamos a privilegiar mais a estrutura para conhecermos a língua, e muito menos como usar a língua de forma prática”, realçou a mesma fonte, que mencionou casos de alguns estudantes cabo-verdianos que chegam ao 12º ano de escolaridade e que “não conseguem comunicar-se”.

“Acho que nós devíamos mudar as perspectivas relativamente ao ensino”, concretizou.

Quanto à campanha de consciencialização sobre os benefícios e as oportunidades de aprendizagem de línguas estrangeiras em tempos de crise e pós-crise, que arranca hoje e tem uma duração de duas semanas, disse que a mesma tem o público-alvo “claramente definido”, que abrange crianças, jovens e profissionais de diferentes áreas de actuação.

A CVBabel quer com esta iniciativa, que será em formato digital e presencial, sensibilizar sobre a importância de se cultivar o domínio de pelo menos uma língua estrangeira, neste contexto da pandemia e ser um centro cada vez mais próximo dos cidadãos.

Tendo em conta que as línguas estrangeiras em Cabo Verde já são uma necessidade e esta necessidade tem agravado no contexto da covid-19, ressaltou que as línguas podem converter-se em ferramentas que permitem aos jovens e profissionais de diferentes áreas terem oportunidades e estarem “melhor preparados” para os efeitos pós pandemia.

No decorrer da campanha serão apresentadas técnicas de ensino de língua estrangeiras em Cabo Verde, acções de sensibilização presencial, interacção com o público, visitas às escolas e universidades para a divulgação de mensagens sobre a importância das línguas estrangeiras, encontro de reflexão com os parceiros e diferentes personalidades da sociedade civil, concursos, divulgação de vídeos, e entre outros.

Para este responsável, o actual contexto é propício para se investir e promover mudanças no estilo de vida das crianças, adolescentes, jovens e profissionais, e é neste sentido que a CVBabel quer mostrar que” há mais vida e momentos de alegria e aprendizagem para além da pandemia que podem ser aproveitadas”.

A escola de línguas CVBabel fica situada na Fazenda, na Cidade da Praia, dispõe de uma equipa de profissionais formados na área e com larga experiência no ensino, formação em línguas estrangeiras (nível secundário e universitário), bem como no ramo do domínio de tradução / interpretação.

O referido centro está habilitado para servir com garantia de qualidade e ao melhor preço do mercado, nos domínios das línguas inglesa, francesa, espanhola e portuguesa para crianças e adultos, tradução e interpretação, revisão e produção de textos, assessoria e consultoria linguística, entre outros serviços linguísticos.

CM/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos