Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

CV Telecom ainda sem previsão para recuperação dos serviços de móvel voz e SMS – responsável

Cidade da Praia, 15 Jul (Inforpress) – A CVTelecom ainda não tem uma previsão para a recuperação dos serviços de voz móvel e SMS, suspensos desde sábado, na sequência de um incêndio que provocou a paralisação de todos os serviços de telecomunicações, revelou hoje a empresa.

Em conferência de imprensa para fazer o ponto da situação, a administradora executiva, Isa Neves, explicou que os técnicos estão no terreno a trabalhar continuadamente, tendo sido já recuperados os serviços de telefone fixo, televisão, serviço de voz voip nacional e as linhas grátis 132 da Polícia Nacional e 131 dos Bombeiros.

“[A recuperação dos serviços de voz móvel e SMS] depende de uma intervenção que é muito delicada, e neste momento nós não conseguimos dizer com certeza quando é que teremos esses dois serviços recuperados”, afirmou.

Avançou que já conseguiram recuperar seis serviços e que os dois que estão em falta dependem das intervenções dos técnicos nacionais e fornecedores internacionais da empresa, sendo que são maquinas e equipamentos muito sensíveis.

“Nós temos consciência que já decorreu um tempo considerável, mas também não depende só de nós”, disse Isa Neves, que assegurou que neste momento a rede de Internet está estável, mas que tem acontecido situações de avaria pontual.

A administradora executiva adiantou ainda que a equipa comercial da CV Telecom está a trabalhar e analisar todas as possibilidades em termos de clientes prejudicados, sendo que existem diferentes situações quer a nível particular quer empresarial.

Questionado sobre um possível caso de “atentado”, Isa Neves respondeu que a investigação está na alçada das autoridades competentes e de momento não dispõe de nenhuma informação.

Na noite de sábado, 11, por volta das 20:00, a Cabo Verde Telecom foi surpreendida por um incêndio nas suas instalações, na cidade da Praia, que provocou a paralisação de todos os serviços da empresa, a nível nacional.

De igual modo, os utilizadores da rede Unitel T+ também foram afectados na mesma noite, por volta das 22:00, altura em que registou uma quebra no serviço de chamadas e Internet a nível nacional, derivado do provedor de serviços desta empresa.

Em conferência de imprensa, na segunda-feira, o presidente do conselho de administração da Cabo Verde Telecom não descartou a hipótese de mão criminosa na origem do incêndio na sala de rectificadores, tendo lembrado que a empresa tem sido alvo de atentados e vários ataques.

João Domingos Correia considerou que os prejuízos “são enormes” e com uma perda de cerca de 60 mil contos só em equipamentos.

AV/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos