Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

CPR do MpD em Santiago Norte afirma que a região vive uma era de novos mecanismos e novas realizações

Cidade da Praia, 30 Jul (Inforpress) – A Comissão Politica Regional (CPR) do MpD em Santiago Norte afirmou hoje que a região vive uma era de novos mecanismos e novas realizações em todos os municípios, avaliando como “positivo” o desempenho do poder local e central.

Esta posição foi manifestada pelo membro da CPR do Movimento para a Democracia (MpD) em Santiago Norte, José Soares, em conferência de imprensa, realizada hoje na cidade da Praia, em reacção às declarações da CPR do PAICV da mesma região, sobre a situação sócio-económica de Santiago Norte e seus desafios de desenvolvimento.

Para este responsável, ao contrário daquilo que o PAICV proferiu, o balanço do desempenho do Governo liderado por Ulisses Correia e Silva é “bastante positivo” e que o MpD conseguiu concretizar muitos projectos e cumprir promessas que o PAICV não conseguiu em 15 anos de governação.

Nas vésperas do debate sobre o Estado da Nação, este deputado afirmou que depois de 15 anos de governação do PAICV, os seis municípios de Santiago Norte vivem agora “uma era de diálogo”, de cooperação técnico-politico entre o Governo e o poder local, marcada por “claros princípios” de complementaridade, de cooperação e de assumpção de compromissos e não de conflitos, como acontecia até Março de 2016.

“Hoje, com a governação de Ulisses Correia e Silva, nas vésperas do Estado da Nação, apesar dos três anos consecutivos de seca, ao contrário do que o PAICV diz, em Santiago Norte vive-se uma era de novos mecanismos e realizações em todos os municípios sem discriminação”, declarou, salientando que a região norte se transformou em autêntico estaleiro de obras e realizações.

Realçou os investimentos realizados em seis municípios, no âmbito do programa PRAA, no valor de 1,9 milhões de contos, destacando as obras de requalificação urbana, de monumentos históricos e religiosos, orlas marítimas, reabilitações de casas de famílias carenciadas, construção de acessibilidades, acções de formação profissional e construção de infra-estruturas desportivas, entre outras.

“Todos os municípios beneficiaram de obras de estradas de penetração e de acesso aos perímetros agrícolas e ganharam novos centros de Saúde”, apontou, salientando que o Hospital e as delegacias de Santiago Norte foram beneficiados com mais médicos, enfermeiros e técnicos de saúde.

José Soares referiu que com este novo Governo, Santiago Norte está sendo beneficiado com 1351 milhões de escudos provenientes do Fundo do Ambiente, Fundo do Turismo, Fundo de Manutenção Rodoviária e contratos programa, mudando completamente o cenário e as politicas de transferência de fundos durante governação do PAICV.

Enfatizou ainda as medidas adoptadas pelo Governo, tendo em conta o contexto da covid-19, que deram suporte aos mais vulneráveis, com atribuição de centenas de rendimento solidário, Rendimento Social de Inclusão emergencial, de assistência alimentar a pessoas idosas.

“Nas vésperas do debate sobre o Estado da Nação, cabe ainda lembrar que o Governo do PAICV, depois de ter investido 521 milhões de dólares na agricultura, deixou a Cabo Verde uma herança muito pesada e sombria neste sector. Alias, a prova do fracasso da política agrícola da governação do PAICV é o facto de enquanto realizava estes investimentos, cerca de 40 mil pessoas, incluído de Santiago Norte, abandonaram a agricultura e o interior”, indicou.

CM/JMV
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos