CPLP tem fundo com cerca de um milhão e meio de euros para ajudar Moçambique

Cidade da Praia, 12 Abr (Inforpress) – O secretário-executivo da CPLP, o embaixador Francisco Ribeiro Telles, avançou hoje que a comunidade já tem um fundo com cerca de um milhão e meio de euros para apoiar a população de Moçambique.

Francisco Ribeiro Telles fez esta revelação hoje à imprensa, à saída da XI reunião dos Ministros da Cultura da Comunidade dos Países da Língua Portuguesa (CPLP), que aconteceu na Cidade da Praia.

O responsável disse que lançou, há cerca de duas semanas, uma rubrica especial do fundo da comunidade relativamente à ajuda especial para moçambique, estimado em cerca de um milhão e meio de euros.

“É uma dimensão significativa de apoio, vindo sobretudo dos Estados membros e este fundo continua aberto de forma que nós vamos cada vez mais encetar esforços para que esse fundo seja uma boa realidade”, indicou.

Por outro lado, apontou que a CPLP desenvolveu várias actividades a nível das suas comissões temáticas, nomeadamente a nível da comissão da saúde, da comissão do ambiente e das cidades, na perspectiva de não se pensar apenas numa ajuda de emergência humanitária imediata, mas também para além disso, a médio prazo e de uma forma estruturada.

Durante a abertura do encontro, Francisco Ribeiro fez saber que em todos os países da CPLP as manifestações de solidariedade e as iniciativas de apoio ao povo e ao Governo de Moçambique têm-se multiplicado desde a tragédia.

O número de mortos provocados pelo ciclone Idai e pelas cheias que se seguiram subiu para 603, anunciaram hoje as autoridades moçambicanas, em comunicado.
O novo balanço, apresentado pelo Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC) e citado pela Lusa, acrescenta mais uma vítima mortal, face aos números anteriores, de 06 de Abril

HR/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos