Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19: Washington pede ao G20 para ajudar países pobres na vacinação

Washington, 25 Fev (Inforpress) – Os Estados Unidos exortaram hoje os países do G20 a lançarem uma verdadeira campanha de vacinação mundial coordenada para evitar que os países pobres fiquem para trás e abrandem a recuperação económica.

“Conter a pandemia a nível mundial é primordial para uma recuperação económica robusta”, afirmou a secretária do Tesouro norte-americana, Janet Yellen, numa carta publicada por ocasião da reunião do G20.

Os Estados Unidos estão determinados a assegurar uma campanha de vacinação completa da sua população, mas também querem concentrar-se numa campanha de vacinação para lá das suas fronteiras, disse Yellen.

“Sem acesso às vacinas, os países de fracos recursos, em particular, vão sofrer mais perdas trágicas de vidas e atrasar inutilmente a sua recuperação económica”, salientou a responsável pelo Tesouro norte-americano.

“Exorto os países do G20 a aumentarem o seu apoio”, escreveu, considerando que “um programa de vacinação rápido a nível mundial é o maior estímulo que pode ser dado à economia mundial”.

Yellen defendeu também que a resposta à crise económica mundial deve ser “coordenada da mesma forma” e salientou que os Estados Unidos apoiam os esforços multilaterais para a distribuição de vacinas em todas as regiões do mundo.

A secretária do Tesouro da administração liderada por Joe Biden pediu igualmente aos países do G20 para não reduzirem os esforços em matéria de apoio às economias, através de planos de recuperação e advertiu para a tentação de reduzir de forma prematura os apoios às famílias e às empresas.

“Exorto os países do G20 a continuarem a adotar medidas orçamentais e financeiras importantes e a evitarem retirar os apoios muito cedo”, insistiu Yellen, numa altura em que um plano de relançamento económico no valor de 1,9 biliões de dólares está a ser discutido nos Estados Unidos.

Yellen congratulou-se por instituições internacionais como o Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Mundial terem disponibilizado ajuda de emergência “indispensável” desde o início da pandemia de covid-19 e defendeu que devem continuar a actuar para ultrapassar a crise económica e sanitária.

O G20 decorre sob a égide de Itália e vai analisar o estado da recuperação e a evolução da vacinação.

Inforpress/Lusa

Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos