Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19: Vírus já matou pelo menos 566.075 pessoas e infectou 12,79 milhões

Lisboa, 12 Jul (Inforpress) – A pandemia provocada pelo novo coronavírus já causou pelo menos 566.075 mortos em todo o mundo, com mais 4.442 óbitos, e infectou 12,79 milhões, desde Dezembro, de acordo com o balanço da AFP divulgado hoje às 19:00 GMT.

Segundo o relatório da agência de notícias francesa, baseado em dados oficiais dos países, mais de 12.798.410 casos de covid-19 foram oficialmente diagnosticados em 196 países e territórios desde o início da pandemia, dos quais pelo menos 6.811.600 são agora considerados curados.

Porém, a agência adverte que este número de casos diagnosticados reflecte apenas uma fracção do número real de pessoas infectadas, porque alguns países testam apenas casos graves, outros utilizam os testes principalmente para fins de rastreio, e muitos países pobres têm uma capacidade de realização de testes limitada.

Desde a contagem de sábado às 19:00 GMT, registaram-se 4.442 novas mortes e 202.975 novos casos em todo o mundo.

Os países que registaram mais óbitos pela doença, nas últimas 24 horas, foram o Brasil com 1.071, os Estados Unidos da América, com 636, e a Índia com 551.

Os Estados Unidos, que registaram a sua primeira morte relacionada com a covid-19 no início de Fevereiro, é hoje o país mais afectado pela pandemia tanto em número de mortes, com um total de 135.066, como de casos, num total de 3.282.554. Segundo dados oficiais há pelo menos 995.576 pessoas curadas.

A seguir aos Estados Unidos da América, os países mais afectados são o Brasil, com 71.469 mortes e 1.839.850 casos, o Reino Unido, com 44.819 óbitos (289.503 casos), a Itália com 34.954 mortes (243.061 casos), e o México com 34.730 mortes (295.268 casos).

Entre os países mais duramente atingidos, a Bélgica tem o maior número de mortes em relação à sua população, com 84 por 100.000 habitantes, seguida pelo Reino Unido (66), Espanha (61), Itália (58) e Suécia (55).

A China, país onde começou a pandemia (excluindo os territórios de Hong Kong e Macau) contabilizou oficialmente um total de 83.594 casos (07 novas infecções pela doença entre sábado e domingo), incluindo 4.634 mortes e 78.634 recuperados.

A Europa totalizava hoje, às 19:00 GMT, 202.502 mortes e 2.831.366 casos, os Estados Unidos e o Canadá 143.884 mortes (3.390.143 casos), a América Latina e as Caraíbas 143. 316 mortes (3.329.791 casos), Ásia 42.916 mortes (1.737.064 casos), Médio Oriente 20.314 mortes (919.184 casos), África 13.006 mortes (579.499 casos), e Oceânia 137 mortes (11.371 casos).

Esta avaliação foi realizada utilizando dados recolhidos pelos escritórios da AFP junto das autoridades nacionais competentes e informações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Devido a correcções feitas pelas autoridades ou à publicação tardia dos dados, os números para aumentos superiores a 24 horas podem não corresponder exactamente aos publicados no dia anterior, adverte a AFP.

Inforpress/Lusa/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos