Covid-19/São Miguel: Associação dos Pescadores diz que situação de pesca no concelho está grave

Pedra Badejo, 16 Mai (Inforpress) – O presidente da Associação dos Pescadores de São Miguel, Francisco Silva, disse hoje que a situação de pesca no município está “grave”, lamentando a falta de apoios principalmente para conserva de pescados.

Francisco Silva revelou à Inforpress que antes de assumir a liderança a associação tinha uma máquina de gelo que produzia e gerava receita, mas estragou e desde então a situação ficou complicada.

“O Governo propôs uma máquina de gelo para Calheta de São Miguel, mas até hoje não vimos nada”, demonstrou, acrescentando que os pescadores conservam os peixes no fresco, mas só para aguentar o dia seguinte porque a condição não permite ultrapassar 24 horas.

Sobre as medidas restritivas de prevenção a covid-19, Francisco Silva observou que isso não afectou muito os pescadores de São Miguel porque ainda não foram impedidos de ir para o mar.

“Um bom número dos pescadores e peixeiras já receberam o apoio social de 10 mil escudos”, reconheceu, salientando que as pessoas que ainda não receberam é porque não possuem uma conta bancária.

Porém, apelou à edilidade para oferecer cestas básicas aos pescadores que ainda não receberam o apoio social de 10 mil escudos.

O responsável assegurou ainda que a medida que impede as embarcações de boca aberta ultrapassar cinco milhas longe de costa não afectou os pescadores de São Migue porque neste momento não têm embarcações com condições para ir pescar além desta distância.

“Em termos de licenciamento neste momento só temos cinco pescadores que ainda não regularizaram a situação, mas os seus processos estão em curso”, garantiu.

WM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos