Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19/Santa Cruz: PR promete dialogar com Governo sobre redução de taxas de juros para microcrédito

Pedra Badejo, 24 Jul (Inforpress) –  O edil santa-cruzense, Carlos Silva, apresentou hoje ao Presidente da República as medidas de combate à covid-19, nomeadamente a redução de taxas de juro para programas de microcrédito, iniciativa que Jorge Carlos Fonseca prometeu dialogar com o Governo.

A medida, apresentada durante a visita do chefe de Estado a Santa Cruz, para se inteirar da situação da covid-19 no município, consiste em isentar taxas de juros ou colocá-las a um valor simbólico para programas de microcréditos destinados aos pequenos comércios.

“Tive hoje um encontro bastante útil e instrutivo com o presidente da câmara municipal e ele deu-me a ideia do impacto desta pandemia na situação social, mas também apresentou a informação sobre o que é que a câmara tem estado a fazer com os meios próprios ou em articulação com o Governo”, declarou Jorge Carlos Fonseca aos jornalistas, em Pedra Badejo.

Conforme adiantou, o autarca santa-cruzense demonstrou-lhe várias medidas adoptadas durante o estado de emergência e no pós, nomeadamente a isenção de taxas e programas de microcréditos, que chamaram a sua atenção.

“Ele colocou-me dois problemas que registei em particular. A câmara está a procurar ter um trabalho de microcrédito, se for possível sem juros ou com juros simbólicos, para certos seguimentos da população, nomeadamente pessoas que têm pequenos comércios”, mostrou, salientando que a possibilidade alargar este tipo de iniciativa é uma “questão interessante”.

Por isso, assegurou que vai dialogar com o Governo para ver o que é possível fazer para além daquilo que tem sido feito como as medidas de rendimento e inclusão já implementadas.

“Santa Cruz é um concelho que tem característica especial. Muitos munícipes deslocam-se para outras ilhas para irem trabalhar, principalmente nas ilhas turísticas como Boa Vista e Sal. Com a queda do turismo, houve muito desemprego no sector e a tendência é para muitas pessoas regressarem para Santa Cruz”, observou.

Neste sentido, Jorge Carlos Fonseca admitiu que com as dificuldades já existentes no concelho derivadas das medidas para reduzir os efeitos da pandemia da covid-19, somando ainda os três anos de seca e mau ano agrícola, a possível movimentação de pessoas de outras ilhas para o concelho deve merecer atenção especial, pensando em solução particular para esta questão.

“Esses dois problemas chamaram muito a minha atenção”, mostrou, salientando que esta visita foi “muito boa”, principalmente para se transmitir a solidariedade, assim como apoio do Presidente da República, que considerou ser um importante símbolo de unidade nacional.

Até este momento, Santa Cruz, que é o terceiro concelho com mais número de casos confirmados da covid-19 em Cabo Verde, regista um total de 203 pessoas diagnosticadas com o novo coronavírus, maioria crianças e jovens.

Segundo informações avançadas hoje no encontro com o Presidente da República, desses 203 casos confirmados, 29 apresentaram sintomas ligeiras da doença e 101 já se recuperam.

Na comunidade de Achada Ponta, antes tido como ponto crítico, agora a situação é mais estável e, neste momento, a zona de Cutelinho está a despertar atenção das autoridades com o aumento de número de casos.

Em Santa Cruz já foram feitos 1200 testes rápidos, maioria com resultados negativos, e mais de 1500 testes PCR.

Até o momento o concelho não registou nenhuma vítima mortal da doença.

Dados oficiais indicam que Cabo Verde regista até este momento 2220 casos confirmados da covid-19, 1216 recuperados, dois transferidos e 22 óbitos.  Há ainda 980 casos activos no País.

WM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos