Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19: Representante da OMS alerta para a necessidade de se tratar ao máximo a pandemia

Cidade da Praia, 17 Mar (Inforpress) –  O representante da OMS em Cabo Verde alerta hoje para a necessidade de se tratar ao máximo a pandemia do Covid-19 para “evitar ao máximo” mortes e que o País entre em crise, como se vive na Europa.

Hernando Agudelo classificou de “uma guerra” a situação que está a acontecer face à pandemia do Covid-19, mas disse ser determinante a implementação de medidas, afiançando que a Organização Mundial da Saúde (OMS) está a dar as orientações gerais para se fazer face à pandemia, facilitando as investigações para vacinas e pesquisas em relação ao tratamento.

A OMS, explicitou, tem estado, também, a capacitar os países para uma melhor capacidade de respostas e orientações técnicas a nível mundial para conter as medidas de contenção e do alastramento, e apoio, a nível nacional, ao Ministério de Saúde na preparação ao Plano Nacional de Contingência.

Durante o encontro da manhã de hoje, que envolveu o Governo com a sociedade civil, no palácio do Governo, Hernando Agudelo afirmou ser fundamental a colaboração de todos com responsabilidade na detenção destes casos, por entender ser um ponto fundamental a vigilância epidemiológica na prevenção do alastramento.

A representante do Ministério da Saúde Adventista do Sétimo Dia de Cabo Verde disse, por seu lado, que esta congregação religiosa “aposta fortemente” na promoção de saúde e na promoção do conhecimento da doença, e que tem desenvolvido “muitos projectos” nesta área.

Disse que desde o início do ano, os adventistas têm desenvolvido actividades no terreno viradas para a prevenção do Covid-19, junto da comunidades e igrejas, como palestras e sensibilização em todo o País, e que tem estado a tomar medidas de prevenção nos jardins e nas escolas, com recomendações para o cumprimento das mediadas de segurança sanitária anunciadas pelo OMS.

Também presente neste encontro, o superintendente da Igreja Nazarena, na Região Sul, David Araújo, afirmou ser o momento importante para reflexão de Cabo Verde, convicto de que com “a força de Deus” o País saberá ultrapassar as dificuldades e desafios que a vida impõe a todos.

Disse esperar que depois da crise o mundo será melhor e que juntos os caminhos serão trilhados à base da sabedoria, não sob a pressão do medo, e que a Igreja Nazarena tem chamado técnicos para reflexões e, assim, procurar ter contactos  c autoridades sanitárias   para que a igreja “continue dando informações certas e verificáveis”.

SR/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos