Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19: Reino Unido detecta seis casos da variante com origem no Brasil

Londres, 28 Fev (Inforpress) – Seis casos da variante do novo coronavírus com origem em Manaus, no Brasil, foram detectados no Reino Unido, indicou hoje a autoridade de saúde britânica.

Os especialistas temem que esta estirpe do SARS-CoV-2, que pode ser mais contagiosa do que o vírus original, seja resistente às vacinas contra a covid-19 (doença respiratória causada pelo novo coronavírus) que estão a ser administradas no Reino Unido (Pfizer/BioNTech e AstraZeneca/Oxford).

Segundo os responsáveis sanitários, a variante com origem no Brasil tem as mesmas mutações (alterações genéticas no vírus) que a variante identificada pela primeira vez na África do Sul, apontada como mais transmissível.

Três dos seis casos da variante de Manaus detectados no Reino Unido localizam-se em Inglaterra e os restantes na Escócia, mas não há qualquer ligação entre ambos.

Duas das pessoas detectadas em Inglaterra com esta estirpe pertencem à mesma família, do sul de Gloucester, que tinham estado no Brasil antes de o Governo britânico impor restrições aos viajantes procedentes deste país.

O terceiro caso em Inglaterra não está vinculado a estes dois.

Os três casos da estirpe de Manaus identificados na Escócia correspondem a residentes que regressaram de uma viagem ao Brasil e que fizeram escala em Paris e Londres.

O Governo britânico suspendeu em Janeiro voos procedentes de Portugal, do Brasil e outros países da América do Sul, bem como da África do Sul, Angola e Moçambique para conter a propagação das novas variantes.

Em Portugal já foram identificados sete casos da variante do novo coronavírus com origem no Brasil, anunciou há uma semana o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge.

A pandemia da covid-19 provocou, pelo menos, 2.526.075 mortos no mundo, resultantes de mais de 113,7 milhões de casos de infecção, segundo um balanço feito pela agência noticiosa francesa AFP.

O Reino Unido registou 140 mortes e 6.035 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com dados publicados hoje pelo Governo britânico, consolidando a tendência de diminuição da propagação da pandemia no país.

Desde o início da crise sanitária no Reino Unido, 122.849 pessoas morreram, tendo sido registados 4.176.554 casos de contágio com o novo coronavírus.

Em Portugal, morreram 16.317 pessoas dos 804.562 casos de infecção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direcção-Geral da Saúde.

A covid-19 é transmitida por um novo coronavírus (tipo de vírus) detectado no final de Dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China, e que se disseminou rapidamente pelo mundo.

Inforpress/Lusa/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos