Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19: Rede de Psicólogos Voluntários de Cabo Verde apresentada na Praia

Cidade da Praia, 07 Abr (Inforpress) – Uma Rede Nacional de Psicólogos Voluntários, criada para apoiar o Governo na prestação de serviços de assistência psicológica aos cabo-verdianos, na sequência do novo coronavírus que afecta o país, foi apresentada hoje na cidade da Praia.

Segundo o coordenador da Rede de Psicólogos Voluntários de Cabo Verde, Jacob Vicente, esta iniciativa surgiu no contexto da covid-19, epidemia que já infectou mais de 1,3 milhões de pessoas em todo o mundo e com Cabo Verde também a registar sete casos positivos.

O grupo, neste momento, de acordo com o coordenador, conta com a participação de 70 psicólogos que, em parceria com a Cruz Vermelha de Cabo Verde, irá prestar serviço gratuito a todos aqueles que neste momento de estado de emergência precisam de suporte psicológico.

“A rede surgiu como um “djunta mó” de todos os cabo-verdianos para oferecer aquilo que tem em termos de conhecimento para prestar assistência psicológica a todos que precisam, de uma forma gratuita e online, tendo em conta que estamos nesta fase de quarentena” afirmou, indicando, por outro lado, que a referida rede já conta com a participação de psicólogos do país e da diáspora.

Assim, para entrar em contacto com qualquer psicólogo que faz parte da rede, prosseguiu, a pessoa interessada pode mandar mensagens através da página oficial no Facebook, que serão respondidas a qualquer momento.

Por seu turno, o director Nacional da Saúde, Artur Correia, congratulou-se com a criação da referida rede, ressalvando que é uma iniciativa que se junta às respostas do Governo no combate ao novo coronavírus.

“Cada dia que passa as respostas de Cabo Verde a covid-19 está cada vez mais resiliente e densificada, não só em relação às iniciativas governamentais, mas também iniciativas da sociedade civil e diversas instituições, como a Cruz Vermelha”, declarou.

Essas iniciativas, segundo este responsável, servem de estímulo ao Governo e à sociedade cabo-verdiana na luta contra a covid-19 e no reforço das medidas de prevenção.

Por sua vez, o presidente da Cruz Vermelha, Arlindo de Carvalho, reiterou o apoio da referida organização no combate à pandemia do novo coronavírus, lembrando que neste momento, a nível nacional, os voluntários estão preparados para actuarem em caso de catástrofe.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infectou mais de 1,3 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 75 mil.

Desde a última sexta-feira, Cabo Verde elevou para sete o número de casos de covid-19 com aparecimento de mais esse caso em São Vicente.

Trata-se de uma cidadã de nacionalidade chinesa, 56 anos e casada, residente no Mindelo há cerca de cinco anos, que, segundo o Ministério da Saúde, não esteve ausente do país nos últimos tempos, não teve contacto com algum caso suspeito.

Mas a filha esteve na Alemanha e regressou a Cabo Verde a 27 de Fevereiro.

CM/JMV
Inforpress/Fim.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos