Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19: Primeiro-ministro apela ao reforço da responsabilidade individual para combater a propagação do vírus

Cidade da Praia, 02 Ago (Inforpress) – O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, apelou hoje a um reforço na responsabilidade individual para combater a propagação do vírus no País, e pediu o cumprimento das medidas de protecção e prevenção.

O apelo foi feito à imprensa, à margem da apresentação pública da candidatura de Domingos Mendes à câmara da Ribeira Grande de Santiago, sob o lema “Renovar para seguir em frente”.

Instado sobre os efeitos que a renovação do estado de calamidade poderá ter na baixa de nível de contágio, o chefe de Governo apontou o reforço das açções, através da responsabilidade individual, ou seja, as pessoas manterem-se vigilantes e, depois, o “reforço substancial” da fiscalização.

Conforme destacou, as normas existem já há um tempo suficiente para adaptação, por isso, prosseguiu, os estabelecimentos que recebem clientes ou têm contacto com o publico deverão ser rigorosos na aplicação das normas.

Quanto ao tipo de sanção para aqueles que resistem a não utilização de máscaras na via pública, Ulisses Correia e Silva referiu que o decreto aprovado não prevê sanções, mas não descartou a possibilidade.

“A mensagem é que é um problema de consciência individual, proteger a saúde das pessoas, proteger também a saúde dos jovens, porque eles também apanham covid-19 e podem ter consequências”, expressou.

Para o primeiro-ministro, é necessário reduzir a propagação do vírus, reduzindo também o nível de contágio, caso contrário, ressaltou, altos níveis vão afectar a economia, o emprego, o rendimento e a vida das pessoas.

O Governo decretou hoje estado de calamidade na ilha do Fogo e prorrogou em Santiago e no Sal até 31 de Outubro, visando reforçar as medidas de contenção contra a covid-19, avançou o ministro da Administração Interna.

O Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde revelou hoje um total de 78 novos casos e, de acordo com o director nacional da Saúde, dizem respeito aos dias 25, 26, 27, 28, 29 e 30 de Agosto.

A todo, foram analisadas 376 amostras e,  em termos de recuperados, há a assinalar 37 na Praia, 27 ( Ribeira Grande de Santiago) dois em Santa Catarina um em São Miguel, um em São Lourenço e três nos Mosteiros.

Com os dados desta quarta-feira, Cabo Verde passa a contabilizar 545 casos activos, 3460 recuperados, 41 óbitos, dois  transferidos, perfazendo um total de 4048 casos positivos acumulados.

A pandemia da covid-19 já provocou pelo menos 851.071 mortos e infectou mais de 25,5 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detectado no final de Dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

HR/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos