Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19/Porto Novo: Investimentos privados não estão em risco, segundo os investidores

Porto Novo, 09 Abr (Inforpress) – Os investimentos privados, já na fase de implementação e os em carteira, no município do Porto Novo, Santo Antão, que podem rondar os 2,6 milhões de contos, não estão em risco por causa da pandemia do novo coronovírus.

Os investidores, apesar de “muitas incertezas” e das restrições impostas pelas autoridades para impedir a programação da covid-19 em Cabo Verde, mantém o propósito de concretizar os seus projectos, que abarcam os domínios das energias renováveis, agricultura industrial, pesca e turismo.

É o caso da empresa AquaSun Energia e Água, que garante estar “optimista” quanto à implementação dos investimentos, à volta de 2,4 milhões de contos, nos sectores de energia renovável e agricultura industrial, que podem arrancar até Julho deste ano.

Conforme o presidente do conselho de administração da AquaSun Energia e Água, António Osório, apesar de se desconhecer quanto tempo vão demorar os países a retomarem a normalidade, sobretudo, em relação à circulação de pessoas e bens, a empresa espera concretizar os investimentos dentro dos prazos já estabelecidos.

Já na fase de implementação, está o projecto ligado às pescas (processamento do pescado), a cargo do investidor norueguês Geir Eriksen, que foi, entretanto, suspenso, mas o empresário pretende levar adiante este investimento, que ronda os 70 mil contos.

Abordado pela Inforpress, um representante deste investidor afiançou que a suspensão do projecto deve-se ao estado de emergência em Cabo Verde, informando que Geir Eriksen já prometeu, assim que a situação se normalizar, deslocar-se a Cabo Verde para avaliar as condições para a continuidade do empreendimento, no Porto Novo.

Aliás, este investidor já assumiu o compromisso com a câmara do Porto Novo em alargar os investimentos nas pescas no município do Porto Novo, que podem chegar a um milhão de contos, nos próximos dois anos.

Está, igualmente, “engajado” para Porto Novo um projecto turístico (construção de um resort de médio porte) a cargo do investidor holandês Marcel Van der Shild, que tem início previsto para este ano de 2020, segundo a edilidade portonovense.

O empresário, que esteve, recentemente, no Porto Novo, na apresentação do projecto, prometeu às autoridades locais regressar a este concelho, dentro de poucos meses, para arranque do empreendimento, que vai ser erguido nas imediações da praia balnear de Curraletes.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos