Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19: Pavilhão B da Escola Portuguesa encerrada por 14 dias (RECTIFICADA)

Cidade da Praia, 02 Dez (Inforpress) – O Pavilhão B da Escola Portuguesa de Cabo Verde – Centro de Ensino e da Língua Portuguesa (EPCV-CELP) foi encerrado, depois de 16 alunos testarem positivos a covid-19, confirmou à Inforpress a directora do estabelecimento escolar.

Suzana Maximiano explicou que os primeiros casos foram detectados na terça-feira, 23 de Novembro, e de seguida a escola mandou para a casa todos alunos que tiveram contacto com esta turma e só regressariam depois de fazerem o teste PCR.

Segundo disse, nos últimos dias muitas pessoas da escola têm feito testes, e a Delegacia de Saúde deslocou-se até ao estabelecimento escolar para verificar o que se passa.

Avançou que a Delegacia de Saúde esteve na escola na quarta-feira, onde confirmou 16 casos positivos entre os alunos dos 2.º e 3.º ciclo do Pavilhão B, que alberga 344 alunos.

A responsável explicou que devido a esses casos decidiu-se pelo encerramento deste bloco e colocar todos os restantes que testarem negativo de quarentena por 14 dias.

Neste quinta-feira, as autoridades de saúde voltaram à escola para testarem, pavilhão C, os alunos do secundário do 10 ano de escolaridade e na sexta-feira está prevista a despistagem nos alunos do pavilhão A, ou seja, do pré-escolar e do primeiro ciclo, incluindo professores e funcionários.

“Neste momento, numa população de cerca de 1000 pessoas, entre alunos, funcionários e docentes, temos 16 casos confirmados Não se pode considerar um surto, como é óbvio, temos a escola funcionar, a fazer o seu papel, que ao detectar um caso manda para casa todos alunos que tiveram contacto com a turma infectada”, referiu.

Suzana Maximiano assegurou que os miúdos estão sem sintomas, mas sublinhou que a partir deste momento tudo irá depender dos resultados dos testes.

“O que a Delegacia de Saúde informou é que se existirem casos positivos no 10º ano, terá também de encerrar o pavilhão C e o mesmo se verifica no pavilhão A. Vamos aguardar os resultados que está prevista para sair na segunda-feira e depois as autoridades tomarão a decisão que entender relativamente a este nível de ensino”, mencionou.

Por seu turno, Odair Carvalho, da Delegacia de Saúde da Praia confirmou que foi encerrado o bloco B, uma vez que 16 alunos testaram positivos a covid-19.

“As aulas foram suspensas por 14 dias, tendo em conta o número de casos positivos e estamos a aguardar os resultados e conforme o protocolo e orientações da Direcção Nacional da Saúde vamos proceder a partir desta sexta-feira com a escola no seu todo”, apontou.

Avançou que hoje foram testadas 150 pessoas, incluindo alunos, professores e funcionários, e a decisão será tomada conforme os resultados.

Odair Carvalho aproveitou a ocasião para apelar a população em geral e as escolas a não baixarem a guarda , porque, referiu, apesar do país registar poucos casos nos últimos dias, a nível internacional tem estado a aumentar os casos da covid-19.

Daí, prosseguiu, a necessidade de continuar com as medidas de prevenção, como lavagem das mãos, uso de álcool gel, distanciamento social e uso das máscaras.

A escola portuguesa tem 885 alunos, 69 professores e 50 funcionários.
AV/JMV
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos