Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19: Ministro da saúde considera que país deu passo “importante” por reunir capacidades para fazer o teste diagnóstico (c/vídeo)

Cidade da Praia, 16 Mar (Inforpress) – O ministro da Saúde garantiu hoje que a realização dos testes de Covid-19 no país é um passo “importante” e num momento “crucial” por se ter conseguido reunir as capacidades para fazer o teste diagnóstico da epidemia.

A afirmação foi feita hoje na cidade da Praia por Arlindo do Rosário, após a visita ao Laboratório de Virologia do Hospital Agostinho Neto, na Cidade da Praia, no âmbito da implementação de medidas para a prevenção e o controlo do Coronavírus.

“Já temos essa capacidade nacional e vamos continuar a realizar esses testes e esperamos que não haja muitos testes para serem realizados, o que é um sinal que o país vai continuar livre do vírus”, notou, garantindo que o Governo está a criar capacidade em termos laboratoriais e da detenção precoce dos casos suspeitos.

O ministro esclareceu, por outro lado, que os testes no Laboratório de Virologia vão ser feitos somente a casos suspeitos, segundo a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS), que aponta critérios clínicos e epidemiológicos.

“Por vezes, dado ao quadro clínico grave, mesmo que não haja histórico epidemiológico pode ser necessário fazer o teste, mas de uma forma geral são indicados para situações de casos suspeitos”, explicou Arlindo do Rosário, informando que os testes são gratuitos por se tratar de um caso da saúde pública.

Avançou ainda que o Laboratório conta uma quantidade de reagentes para realizar um número razoável de testes, garantindo que neste momento não se coloca em causa a continuidade quando à realização do teste.

Em relação aos custos disse que é “relativamente elevado”, principalmente a nível do componente dos reagentes que gastaram milhares de contos para serem instalados.

Por seu turno, Jairson Monteiro, técnico de laboratório e ponto focal para o covid-19, informou que o Laboratório de Virologia a capacidade para fazer num dia 200 a 300 testes de Covid-19.

Jairson Monteiro reafirmou que dos oito testes já efectuados pelo laboratório todos deram negativos, sendo que o tempo de duração é de três horas mas que devido aos processos e protocolos laboratoriais, pode chegar a 24 horas.

O surto começou na China, em Dezembro, e espalhou-se por mais de 140 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Depois da China, que regista a maioria dos casos, a Europa tornou-se o epicentro da pandemia, com mais de 55 mil infectados e pelo menos 2.335 mortos.

A Itália, com 1.809 mortos (em 24.747 casos), a Espanha com 297 mortos (8.794 casos) e a França com 127 mortos (5.423 casos) são os países mais afectados na Europa.

Face ao avanço da pandemia, vários países adoptaram medidas excepcionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras.

OM/JMV
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos