Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19: Mais de metade dos infectados já recuperou da infecção – DNS

Cidade da Praia, 02 Jun (Inforpress) – Mais de metade dos infectados pelo novo coronavírus em Cabo Verde conseguiu recuperar da doença, revelou hoje o director nacional de Saúde, que admitiu, entretanto, que outras ilhas poderão vir a ter também casos positivos.

Na habitual conferência, para fazer o ponto de situação da covid-19 no país, o responsável de saúde afirmou que pela primeira vez o número de pacientes recuperados, ultrapassou o de doentes activos a nível nacional.

“Temos 51 por cento (%) de doentes recuperados, e dos 237, 178 são da Praia, Boa Vista com 53, São Vicente 3, São Domingos 1, Tarrafal 1 e Santa Cruz 1”, referiu Artur Correia indicando que dos 222 pacientes internados, 213 estão na capital do país, 1 no Tarrafal, 3 em Santa Cruz, 4 no Sal e 1 um São Vicente.

Por outro lado, fez saber que o número de pessoas em quarentena tem estado a aumentar derivado das pesquisas dos contactos, inquérito e rastreiros depois de detectados os primeiros casos na ilha do Sal e dos seguimentos dos navios que saíram do Sal para São Vicente, São Nicolau e outras ilhas.

Das 933 pessoas em quarentena, 463 estão no concelho da Praia, e desse total integram também as pessoas que vieram dos Estados Unidos, Brasil, Portugal e de outras ilhas que aguardam para regressar ao seu destino.

Segundo avançou o director nacional de Saúde, dos 466 casos positivos da covid-19 registados em Cabo Verde, desde 19 de Março, cerca de 84% estão na capital do país.

Em relação ao caso importado da ilha do Sal para a Praia, adiantou que foram feitos todos os procedimentos de segurança para os profissionais de saúde e para o doente, e assegurou que neste momento estão a fazer a investigação epidemiológica para que possam ter um resultado concreto sobre esse caso.

Questionado sobre o surgimento dos primeiros casos na ilha do Sal, dois meses depois de Cabo Verde ter registado o primeiro caso, Artur Correia lembrou que se trata de uma doença em que 80% dos doentes são assintomáticos, tendo garantido que, desde a primeira hora, estiveram focalizados em correr atrás do vírus na perspectiva de estancar a propagação e evolução da epidemia.

Assegurou ainda que estão tranquilos de que foram feitos todos os procedimentos possíveis para que não houvesse uma explosão dos casos, sobrelotação do sistema de saúde, mas admitiu também que outras ilhas poderão vir a registar casos positivos da covid-19.

De acordo com o comunicado do Ministério da Saúde, Cabo Verde registou hoje mais oito novos casos de covid-19, dos quais quatro na Praia, três no Sal e um em Santa Cruz, elevando para 466 o número de casos acumulados no país.

Cabo Verde regista um acumulado de 466 casos de covid-19, distribuídos pelas ilhas de Santiago 402, sendo 392 na Praia, 04 em Santa Cruz, 04 em São Domingos e dois no Tarrafal, Boa Vista (56), São Vicente (04) e Sal (04).

O País registou hoje mais uma morte por covid-19, uma senhora de 62 anos, elevando para cinco o número de óbitos.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 373 mil mortos e infectou mais de 6,2 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Cerca de 2,6 milhões de doentes foram considerados curados.

AV/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos