Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19/Maio: Comandante da Esquadra Policial promete endurecer medidas caso as pessoas não cooperarem

Porto Inglês, 01 Abr (Inforpress) – O comandante da Esquadra Policial do Maio, Domingos Rodrigues, prometeu hoje endurecer as medidas para a prevenção à Covid-19 caso as pessoas se recusarem a permanecer em casa, de acordo com o Estado de Emergência decretado no País.

Em conversa com a Inforpress, o comandante Domingos Rodrigues assegurou que não tem sido fácil nestes dias convencer as pessoas a cumprirem a lei e permanecerem em casa, como forma de protegerem a si e aos seus familiares do novo coronavírus.

“É estressante quando se está a avisar pessoas para permanecerem em casa e dermos uma meia volta e encontrarmos as mesmas pessoas na rua”, salientou, informando que isso tem acontecido, um pouco por toda a ilha, mas principalmente na cidade do Porto Inglês, onde o trabalho dos agentes tem sido mais intenso.

Conforme explicou aquele comandante, esta situação tem acontecido mesmo com pessoas que considerou ser “idóneas”, que teimam em permanecer na rua, uns justificando que estão a realizar caminhadas, outros que estão a fazer compras de géneros alimentícios ou medicamentos, e muitos por questão de curiosidade, o que não é permitido neste momento.

Pelo que avançou já terem encaminhado várias pessoas à esquadra, porque foram abordados, mas continuaram na rua logo após saírem do local, pelo que prometeu, caso estas pessoas ou outras continuarem a não respeitarem a lei, vão endurecer esta medida fazendo auto e encaminha-los ao Ministério Público para que sejam aplicadas as referidas penas.

Quanto ao transporte público, Domingos Rodrigues afiançou que os agentes estão no terreno a fiscalizar as viaturas que prestam este tipo de serviço, por forma a transportarem o número mínimo de pessoas, conforme estipulado na lei, e que somente façam o transporte de pessoas que realmente precisam deslocar-se à cidade do Porto Inglês e vice-versa.

Conclui apelando às pessoas a colaborarem com as autoridades locais, porque manter-se em casa é a melhor forma de se proteger desta doença, neste momento, e de proteger a vida dos outros.

WN/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos