Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19: Instituto do Desporto e da Juventude vai generalizar a prática do desporto e do associativismo juvenil, Governo (c/áudio)

Cidade da Praia, 15 Jun. (Inforpress) – O Governo manifestou hoje a sua determinação em como a criação do Instituto do Desporto e da Juventude “IDJ” vai generalizar a prática do desporto e do associativismo juvenil, enquanto organização que acompanha as políticas públicas para os jovens.

O ministro do Desporto realçou este propósito durante a cerimónia da tomada de posse do conselho directivo do IDJ, liderado por Frederic Mbassa, que tem como vogais executivos os técnicos Manuel Graciano Barros e Ivanilda Reis, para as áreas do Desporto e da Juventude, respectivamente.

Fernando Elísio Freire disse esperar que o IDJ continue com as reformas legais e constitucionais no quadro de novos mecanismos de financiamento e que “promova o desporto para todos”, colocando as infraestruturas aos serviços das comunidades desportivas e a economia/indústria do desporto para que Cabo Verde dê passos importantes.

Tudo isto, para que o arquipélago continue com a sua estratégia de ser uma plataforma especializada de organização de eventos desportivos, ainda que se vive, actualmente, um quadro de incerteza, evidenciado pela epidemia de covid-19.

“A nossa estratégia é de, passado este período, continuar com determinação de demonstrar que só podemos ganhar se estivermos numa acção de política desportiva com uma meta muito bem definida. Cabo Verde é um País com projecção internacional por causa do desporto, que organiza eventos desportivos e que sirva como um factor diferenciador do seu turismo”, aclarou o governante.

A este propósito, referiu, Cabo Verde tem feito do desporto um factor de inclusão social e de desenvolvimento do país, de forma que a sua juventude cosmopolítica possa ser formada e com capacidade de competir com qualquer jovem a nível mundial.

Expressou a sua vontade para que o IDJ consiga levar o desporto para todas as localidades, principalmente as actividades físicas, alegando que as mulheres no mundo local, assim como as pessoas com deficiência têm muitas dificuldades no acesso à prática desportiva, da actividade física e do desporto.

Isto passa, explicitou, por programas específicos, asseverando que o executivo está a desenvolver, neste momento, um programa de actividade nacional de actividade física mediante orientação de monitores.

O Instituto do Desporto e da Juventude “IDJ” tem a incumbência de gerir e executar tudo aquilo que é política pública na área do desporto e da juventude em Cabo Verde, enquadra-se na reforma institucional e alinha-se nas “grandes reformas legislativas” que o executivo tem feito nos últimos anos, nos ramos do desporto e da juventude.

SR/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos