Covid-19: INPS continuará a disponibilizar aos segurados as prestações definidas na lei – presidente (c/áudio)

Cidade da Praia, 15 Jul (Inforpress) – A presidente do Instituto Nacional da Providência Social (INPS) garantiu hoje que mesmo com os custos extras devido ao Covid-19, que terá impacto no resultado final de 2020, a instituição continuará a disponibilizar aos segurados as prestações definidas na lei.

Orlanda Ferreira fez essa consideração durante uma conferência de imprensa, na cidade da Praia, para assinalar o Dia Nacional da Segurança Social.

A responsável do INPS, que realçou a importância e o papel da segurança social no contexto actual, considerou que o impacto no resultado das acções levadas a cabo devido a Covid-19 vai depender da redução das contribuições e os custos extraordinários da instituição.

Neste sentido, realçou que a instituição, conhecida “pela sua robustez e sustentabilidade”, vai ter de analisar a “variável” causada pela pandemia, que tem a ver com a “incerteza” e o “impacto” durante o ano 2020.

Tudo isso, prosseguiu, vai ter de ser analisado nos próximos estudos a serem feitos sobre o sistema.

“Mas, até aqui, consideramos que realmente o INPS continua a ser uma instituição muito forte. Mas teremos sempre a possibilidade do Governo, através do Orçamento do Estado, fazer face a este custo, que consideramos extraordinário e que não fazia parte das prestações globais disponibilizadas pela instituição”, acrescentou.

Assegurou que o INPS, com todo este cenário, vai continuar a disponibilizar aos segurados as prestações que estão legalmente definidas na lei.

Além destas preocupações, advertiu que o problema a se ter em conta, nos próximos tempos, tem a ver com o impacto do que será o desemprego e o crescimento da economia.

“Temos sobre a mesa todos esses factores e estaremos, todos os dias, a acompanhar o processo e a vida do INPS, para avaliarmos o impacto e manter informadas as instituições sobre o que será o impacto na segurança social”, disse.

A presidente do INPS garantiu, entretanto, que os resultados do ano 2020, devido a Covid-19, vão ser de certeza reduzidos.

A longo prazo, enfatizou, o resultado do impacto vai ser objecto de um estudo com o propósito de se averiguar até que ponto o INPS conseguirá suportar, pois, caso houver necessidade, o Governo injectará verba através do Orçamento do Estado, assim como estipula a lei.

A comemoração do Dia Nacional da Segurança Social foi focada no acompanhamento das medidas implementadas para fazer face à pandemia COVID-19, e que visam minimizar a perda de rendimento dos segurados e demais beneficiários.

PC/JMV

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos