Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19: Igrejas Adventistas “unidas em oração” a favor do povo chinês e de todos os países com casos confirmados

Cidade da Praia, 15 Mar (Inforpress)  – As Igrejas Adventista do Sétimo Dia em Cabo Verde (IASD-CV) encontram-se “unidas em oração” a favor do povo chinês e de todos os países com casos confirmados e consequentemente para a erradicação do Covid-19.

Esta informação foi manifestada pelo pastor do Ministério Jovem, Edson Monteiro, que esteve à frente de uma delegação das IASD-CV, que  foi à Embaixada da China em Cabo Verde levar uma mensagem de “condolências e solidariedade” ao diplomata Du Xiaocong,  face ao “momento difícil” que o seu país atravessa devido à pandemia do Covid-19

A visita desta delegação, de acordo com um comunicado desta organização religiosa, enquadra-se no âmbito da Semana Mundial do Jovem Adventista, que este ano tem o seu ponto forte no dia 21 de Março e decorre sob o lema “Eu Cuido”, focada no cuidado com os desabrigados, órfãos, viúvas e estrangeiros, sobretudo os mais necessitados”.

Aproveitando esta efeméride, a comitiva, que integrou a representante da Liga Adventista de Solidariedade Social, Nilda Fernandes, a directora e vice-diretor do Ministério Jovem da IASD de Palmarejo, Lindzai Ribeiro e Carlos Fonseca, respectivamente, quis levar um “abraço fraterno”, mostrando que “a dor do povo chinês também é a sua”.

O pastor Edson Monteiro deu ainda a conhecer o historial da Igreja Adventista em Cabo Verde, realçando que a esta congregação tem acompanhado, desde a primeira hora, a evolução deste vírus na China e no resto do mundo.

A comitiva, lê-se no comunicado,  abordou ainda “a boa relação de irmandade”, existente entre as igrejas adventista e os chineses residentes em Cabo Verde, deixando palavras de conforto e esperança a quem chama de “irmãos em Cristo Jesus”.

“Fomos muito bem recebidos pelo embaixador, a nossa equipa num gesto simbólico abraçou o povo chinês. Com um discurso caloroso de ambas as partes mostramos que somos todos irmãos e que a dor da China é também a nossa dor” frisou Monteiro.

Por sua vez, o embaixador  Du Xiaocong, citado pela fonte,  regozijou-se com o “amável gesto” das IASD-CV, agradecendo pela oração intercessora a favor da China e de outros países afectados e prometeu “após a estabilidade na China levar este gesto “na bagagem” para o seu povo e trabalhar para  criar as condições para desenvolver laços de cooperação e amizade entre a China e as IASD-CV

“A partir de hoje passarei a considerar o povo adventista como um dos meus amigos, tendo em conta este prestígio e o reconhecido gesto por vós demonstrado, numa hora tão difícil”, disse o embaixador, de acordo com o comunicado.

SR/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos