Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19/Fogo: Quatro dezenas de pessoas idosas recebem hoje a primeira dose da vacina em São Filipe

São Filipe, 13 Abr (Inforpress) – Quatro dezenas de pessoas com idade superior a 60 anos recebem hoje a primeira dose da vacina no quadro da campanha de vacinação contra a covid-19, devendo a segunda dose ser ministrada dentro de três meses.

A primeira a ser vacinada foi uma idosa da localidade de Patim, de 104 anos, mas neste primeiro dia, a previsão, segundo a delegada de Saúde de São Filipe, Joana Alves, é vacinar 40 pessoas e na quarta-feira mais 60 pessoas.

Em declaração à Inforpress, a delegada de Saúde disse que é difícil determinar o número de pessoas a serem vacinadas, porque, por um lado não dispõe de dados estatísticos neste momento sobre a quantidade de pessoas com mais de 60 anos, e, por outro, porque a vacinação não é obrigatória e depende das pessoas.

A meta, segundo a médica, é vacinar o maior número possível de pessoas, porque a vacina é a saída neste momento.

Apesar da mensagem negativa em relação à vacina, a delegada de Saúde indicou que na lista da delegacia estão inscritas mais de 100 pessoas para vacinação, observando que, como a linha verde para a marcação está sempre congestionada, a estrutura de saúde montou a sua estratégia para o registo dos pedidos das pessoas interessadas.

Assim além da inscrição na Delegacia de Saúde e, como forma de evitar a duplicação na deslocação das pessoas, primeiro para inscrição e depois para a vacinação, neste momento o registo dos pedidos pode ser feito nos postos de saúde e nas unidades sanitárias de base, que depois encaminham as listas para a delegacia para a marcação do dia da vacinação.

As pessoas inscritas, segundo Joana Alves, são avisadas com a antecedência do dia da vacinação para poderem se deslocar à Delegacia de Saúde para o efeito.

A nível da ilha do Fogo existem três postos de vacinação, sendo um na Delegacia de Saúde de São Filipe, outro na Delegacia dos Mosteiros e o terceiro no centro de saúde de Cova Figueira (Santa Catarina).

As pessoas que se deslocaram voluntariamente para receber a primeira dose da vacina, não tiveram quaisquer problemas, sendo que após a vacina permanecem numa sala apropriada para o repouso contendo duas camas.

O posto de vacinação dispõe ainda de uma sala de espera, sala de triagem, espaço para vacinação, estando as cadeiras devidamente distanciadas umas das outras.

Antes da vacinação as enfermeiras passam a informação às pessoas sobre a vacina e para quando devem regressar para receber a segunda dose.

No centro de saúde de Cova Figueira, na sua base de dados estão registadas 204 pessoas idosas e portadoras de alguma doença crónica que são seguidas pelo serviço de saúde, mas calcula-se que o número de idosos poderá rondar os 400 em todo o município de Santa Catarina do Fogo.

As pessoas são vacinadas com AstraZeneca, agora designada de Vaxzevria, começando pelos mais velhos e por ordem decrescente.

JR/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos