Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19/Fogo: Concurso “talento em casa” contou com 28 vídeos nas categorias de música e dança

São Filipe, 17 Abr (Inforpress) – A comissão das escolas de música registou a inscrição de 51 pessoas no concurso denominado “talento em casa” na categoria de música e dança e seleccionou 28 vídeos dos concorrentes que inscreveram e enviaram a tempo os seus trabalhos.

O concurso cujo objectivo é o de ajudar as pessoas a permanecerem em casa no período de estado de emergência de modo a evitar a propagação do novo coronavírus (covid-19), entrou na sua segunda fase, após a primeira que era de inscrição e do envio do vídeo numa das categorias, música ou dança, com um máximo de um minuto e meio de tempo de duração.

Um dos membros da comissão organizadora do concurso, Isaías Monteiro Tavares, avançou à Inforpress que foram publicados na rede social facebook os 28 vídeos para votação do público e ao mesmo tempo foram encaminhados aos elementos do júri para a sua avaliação.

No escalão de crianças e adolescentes (cinco a 13 anos) a comissão recebeu 11 vídeos, sendo sete de música e quatro de dança e no escalão jovem e adulto (14 a 26 anos) um total de 17 vídeos dos quais 13 de música e quatro de dança.

O período de votação do público iniciou quinta-feira com a publicação dos vídeos e a votação do júri, constituído pelos elementos da comissão das escolas de música que promoveram o concurso decorre entre os dias 18 e 20 de Abril e o resultado final será publicado no dia 21, isto é, na próxima terça-feira.

O concurso tem também por finalidade criar uma alternativa para a ocupação do tempo durante este período que se está a viver devido à pandemia do novo coronavírus em que todas as pessoas estão confinadas em casa, cuja mudança da rotina diária poderá causa problemas psicológicos.

Igualmente visa ajudar as pessoas a permanecerem em casa, despertar e descobrir talentos ainda não revelados nos domínios da música e da dança, além de desenvolver habilidades artística nas famílias, contribuir para a união entre as pessoas mesmo estando distantes e desenvolver a criatividade.

Durante a fase de inscrição e de envio dos vídeos, Isaías Monteiro Tavares indicou que a comissão teve várias interacções com pessoas de todas as ilhas que estavam interessadas no concurso.

JR/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos