Covid-19/Fogo: Alunos de uma turma estão em isolamento domiciliar depois de um colega testar positivo em PCR

São Filipe, 09 Out (Inforpress) – Os alunos de uma turma do 9º ano da escolaridade da escola secundária Dr. Teixeira de Sousa estão em isolamento domiciliar, aguardando respostas, depois de um colega ter testado positivo no teste PCR da covid-19.

A informação foi avançada hoje à Inforpress pela secretária da escola, Joaquina Rodrigues, indicando que a direcção da escola foi notificada no final do dia de quinta-feira do teste positivo do aluno, pela delegacia de Saúde de São Filipe, e na sequência mandou suspender a aula e a recolha de amostras de todos os alunos da turma para teste PCR.

A responsável avançou que além de desinfecção da sala e do próprio edifício, incluindo o espaço de isolamento da escola, a delegacia de Saúde solicitou contactos de todos os alunos da turma para recolha, nos seus respectivos domicílios, de amostras para teste, contactos que a direcção da escola já disponibilizou, sublinhando que a recolha já iniciou porque um encarregado de educação deslocou-se hoje à escolha para ter mais informações.

Os alunos vão permanecer em casa até a saída dos resultados dos testes PCR, e em caso negativo vão regressar à escola.

Quanto à possibilidade de o aluno que testar positivo em PCR ter estabelecido contactos com outros alunos da escola, Joaquina Rodrigues indicou que é provável, mas adianta que pela forma como funcionam as salas e pelo uso obrigatório de máscaras e com intervalo de cinco minutos, o contacto é mínimo.

Apesar disso, os técnicos da delegacia de Saúde estão a inventariar possíveis contactos directos do aluno para recolha de amostras para realização de testes PCR.

Questionada sobre eventual encerramento da escola, Joaquina Rodrigues indicou que a direcção já analisou esta possibilidade e que de momento não é aconselhável, aguardando pelo resultado dos testes dos demais alunos e em função disso será adoptada a medida mais acertada.

Este é o segundo caso positivo registado na escola secundária Dr. Teixeira de Sousa neste início do ano lectivo. O primeiro caso foi registado no primeiro dia de aulas e envolvia um aluno do 12º ano que já está recuperado e regressou às aulas.

O irmão do aluno que testou positivo e que estuda o sétimo ano, foi submetido a teste PCR tendo acusado negativo e por isso já regressou às aulas.

JR/JMV
Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos